google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Conquista

por WAndrade, em 29.09.14

E nunca mais a gargalhada boa de acompanhar.

D’algumas coisas até surgiam lá alguns esgarços na boca,

mas a gargalhada, A gargalhada, não mais.

Mudaram-se, (donde?) os miúdos diamantes, hoje desvanecidos,

que eram estrelas crianças, traquinas e soltas, quase, quase bandidas. 

A flauta em Sol, tão bonita, agora apenas um sonido destonado

rouco e sem vigor.

Tudo aquietou-se na maturidade das tristezas conquistadas.

Então era isso?

WAndrade – 06/09/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:38

E porque não?

por WAndrade, em 03.04.14

Depois de tanto tempo sem olhar para o espelho com os olhos das vaidades,

(sim, arranjava-se apenas lá para conferir se ainda não saía de casa

aos quadrados e às listras tudo num conjunto só), deu com aquilo.

Não ligou importância, afinal, há tanto tempo não tinha uma surpresa,

que pensou estar a passar-se, agora dos olhos, porque da cabeça…

Um pouco contra a vontade chegou mais perto a verificar e…

ora bem, suas sobrancelhas estavam voltando!!!

O último baluarte que a quimioterapia derrubara, voltava triunfante ao lugar que lhe pertencia.

Ficou ali a olhar praquilo, criança que ganha um doce inesperado, mas não pensou em tudo o tinha acontecido deste tempo para cá.

Apenas sorriu com o pensamento terno que lhe veio à cabeça,

“suas sobrancelhas estavam voltando…”

WAndrade – 03/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49

Desábil*

por WAndrade, em 16.11.13

Jovem,

Silêncio é arma dos doloridos.

Descaso é disfarce dos que têm saudade.

Distância é recurso dos que sufocam.

Orgulho é…  ah, sei lá… não gosto mesmo.

WAndrade – 16/11/2013

*licença poética para "sem habilidade"

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:10

Fácil

por WAndrade, em 14.11.13

Espera aí!

O que foi mesmo que vi nos teus hoje de manhã?

Que mistura foi aquela? Surpresa, vontade, uma saudade

escondidinha, fazendo de conta que era o acaso?

Ou foi a tua certeza de que não fizestes o que querias?

Levavas nos olhos um tanto assim de afagos, nem o sabes...

Ou foi uma queixa sobre o meu silêncio?

Sabes meu paradeiro e como chegar até mim, não sabes?

Então não perguntes, apenas vem... logo se vê!

WAndrade - 14/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:38

Indícios

por WAndrade, em 10.11.13

Madrugada quieta, esta, nada de apuros ou desresguardos,

apenas a sanidade do mesmo... o mesmo.

Sem surpresas... era o que teria de ser, afinal.

Um mínino de senso para dar à cabeça um naco que fosse de sossego,

já que o pretendido, ainda que sob os véus da não-querência,

tornou-o inalcansável e era isso o que lhe estava a embaraçar o sono.

E o tino.

WAndrade - 10/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:49

Complexo

por WAndrade, em 08.11.13

Navega certo o coração incerto que se dispôs a desinventar

o sentimento.

Calado, atravessa suas marés confusas e desarejadas.

Sozinho, espreita o distante, bem-querer que sufoca dia após dia.

Sem quem para o perceber, fantasia a vida, ilude a alma

a conseguir seguir.

Navega cego o coração varrido que tentou fingir.

WAndrade - 08/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54

Seguro

por WAndrade, em 08.11.13

Então quer saber de mim a uma distância segura?

Nada é seguro quando se trata da saudade...

ainda que abafada no mais fundo do fundo de nós mesmos.

O que sempre senti sobra ainda, e muito, e ainda

dispõe-se imaculado, forte.

Apenas teu.

WAndrade - 08/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

Mas... por que?

por WAndrade, em 26.09.13

Tá, mas escreve por que?

Para dizer do amor que sente.

Tá, mas dizer por que?

Para lembrar que há portos que deságuam em águas brandas,

porém de viço.

Tá, mas lembrar por que?

Para que em noites sem lume e vida sem tino,

caminhe na direção das palavras.

WAndrade - 16/01/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:51

Estou?

por WAndrade, em 07.08.13

Claro que não foi engano... você sabe, claro que sabe...

Só não tive coragem de dizer... da saudade, do amor

que ainda é teu...

Menti, desculpe.

Mas ouvi a tua voz...

claro que não foi engano...

WAndrade - 07/08/2013

 


Esconderijo

Eu não preciso ver você , saber de você, fuçar o seu facebook ou

perguntar, nada disso. Você vem a mim como os presságios. 

As mesas elegantes que você frequenta, tem caras...e bocas, meu bem, muitas bocas.

A sua tristeza, a sua não felicidade, as coisas que você finge ser,

seus arrependimentos, a sua vontade de me ver, de falar comigo, as suas vitórias,

aquela coisa forte e as engraçadas que nós

tínhamos, tudo o que você sente, chega até mim.

Nem eu sei como e porque, mas sinto.

Sinto quando você está mal, quando não dorme,

quando passa as madrugadas na net,

sei quando você me procura, às escondidadas, claro...

sei quando o seu trabalho está ruim, quando a sua cabeça

parece que vai explodir de tanta coisa

para resolver. Sei que o fogo já se extinguiu e você não sabe

o que fazer, com nunca soube nessas situações.

Sei que você se sente numa prisão...

sei que você, bem, a cama, sabe? É, eu sei de tudo!

Você não sabe, mas você é um pedaço eterno de mim

e eu de você, por isso eu sei tanto, eu sinto tanto.

Você não acredita, mas o que você vive lhe foi e é impingido.

Mais não me cabe a mim dizer. Descubra, fique alerta e saberá.

Você não fala comigo, não sabe se eu morri ou se vivi, como está

sendo a minha vida, se eu estou bem ou pior.

Você nunca se perguntou porque não fala comigo? Fique alerta!

Outra coisa que eu sei é que você não está bem, tudo vai mal, aliás,

mas o seu orgulho jamais deixará você dar o braço a torcer, portanto,

deixo aqui claro o meu amor (se é que precisa) e a certeza de que pode vir

quando quiser.

A chave da porta lá de baixo está sempre pendurada na caixa do correio

(por dentro) e a de casa, esta você tem. Ainda tem?

Para o caso de não ter, meu número você tem. Não tem?

WAndrade - 17/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34

Orgulho

por WAndrade, em 28.07.13

É verdade, podia ligar, procurar, assuntar...

Tá, pode até ser orgulho besta,

mas e a voz tremida na emoção de falar?

Como esconder, disfarçar?

E dizer o que, além do que é cansado de se saber?

Tinha assunto? Claro que tinha. Guardou os melhores

para dividir só com aquele amor.

O dia em que isso, o momento em que aquilo…

Ah, nada disso, queria mesmo, mesmo era falar da saudade,

da falta que faziam aqueles olhos, aquela risada, a cumplicidade,

o sempre de mãos dadas, fosse o que fosse, desse o que desse.

Queria mesmo era dizer: não esqueci, amo tanto, tanto,

não tem problema, estou aqui…

Ai que raiva!

WAndrade – 28/07/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Wania Andrade - Formação e Revisão de textos e Conteúdo Online

WA - Formação e Revisão

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Wania Andrade -Formação e Revisão



WA - Formação Empresarial e Revisão de Conteúdo online


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html