google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pitadas de Inferno - Acervo

por WAndrade, em 25.10.17

onça.jpg

 WAndrade - 25/10/2017

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:07

Sete Fontes

por WAndrade, em 03.11.13

Meu novo paradeiro nestes domingos outonais e solarengos.

Aqui um vento brando acaricia árvores de folhinhas meninas e inquietas,

que aquiescem aos mimos com murmúrios e gemidos, lânguidas e frescas.

Passeio pelas estradas pintadas de folhas castanhas e nelas meus passos

brincam de farfalho.

Largo-me neste momento quente, quase, quase adormecendo,

nos verdes vários onde me entrelaço, nesse quase silêncio de mim.

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29

Reforço

por WAndrade, em 16.10.13

Ai,ai, vem aí mais uma lua cheia...

daqui a nada a visita "espalha-se" pelo diminuto recinto

onde desenvolve o reforço da pirraça. Ó dó!

Descarregar outro tanto de "obséquios" à minha porta?

É escusado, por cá há santuras intransponíveis, ó pa! Há muito é escusado!

Só rio, sou rio, e nele deposito a oferta precita e sigo caminho.

Pró mês, outra tentativa. Ó dó!

Wandrade-16/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Cenário

por WAndrade, em 23.05.13

Não, não corras para enfeitar o que só te deleitará a desforra fútil.

É escusado.

Teus sonhos não moram aí,

não é nesse leito que escorrem teus rios.

Esta ilusão embaraçada só te gasta,

na força que fazes para espantar-me de ti.

Não é aí que encontras o céu quando abres os olhos e

não vês os meus, navegados nos teus doces suspiros.

Não, não corras a mostrar-me um brilho que não te cobre.

Descubro-te nas tuas pisadas trémulas,

ainda que as insistas nobres.

Não é aí que encontrarás os braços que te carregam,

nave, nos carinhos do depois…

Ah, tua investida insólida de negar-me em teus devaneios e desejos…

não é aí que choras a emoção do teu prazer delicado e mais intenso…

delicado e mais intenso…delicado e mais, mais, mais…

Creia, não é aí…ainda que tentes, em sofreguidão,

arrancar de ti volúpias e frissons...és tua própria armadilha...

Ainda que passeies teus dias na novidade para esmagar-me

nas tuas lembranças, ainda que vistoso seja o caminho que ora exploras,

na ânsia de encontrar algum porto, não é aí, sabes bem, sabes bem...

assim como sabes onde deixaste o que sempre fará teus olhos

cintilantes e não dormentes e pobres como agora.

Não, não corras… mas se a ti regalam procuras  e a indiferença de te mostrares vulgar,

continua a tentar, meu bem…continua a tentar.     

WAndrade – 15/05/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:07

tá bem, tá bom!

por WAndrade, em 13.01.13

Bom domingo, inferninho!

Que frio, hein?

Domingo de preguiça, tenho que estudar tanta, mas tanta coisa...vá lá, tudo bem. É isso que me mantém de pé e mais sossegada.

Ando assim muito introspectiva, acho que é a solidão...mas também tenho pensado no tanto que estou aprendendo; o bicho, afinal, já não tem tantas cabeças, o monstro? O monstro, vou debelando-o, tirando-lhe a força com a força que tenho.

Não é fácil, nem indolor, mas a minha capacidade de superação é infinita. Sinto saudades, claro, principalmente quando existe a certeza de que, do outro lado...sim, do outro lado ainda vibra um coração perdido e desalojado de si mesmo. Aqueles olhos tão sem brilho dizem-me (até mesmo sem querer) que há um fogo que tanto quer ser ateado mas que inexplicavelmente (ah, pois é!) vive encarceirado na teia invisível dos maus fazeres.

Sem sentido? Não, claro como as águas do rio...as mesmas que estão a lavar e limpar (a seu tempo e com saber) estas almas que, por hora separadas, sabem que seus corações continuam unidos. Isto nunca, nada nem ninguém poderá mudar.

Separar dois corpos é muito fácil, distanciar o físico, também. Mas deve ser danado saber que, apesar de tanto trabalho, não se conseguiu apagar o fogo, impedir o pensamento, calar o sentimento e fazer com que o coração não bata mais forte quando de um possível encontro.

Deve ser danado saber que quem está a seu lado assim permanece não por querer, mas por "obrigação", ou ainda, por não saber como sair de uma situação nascida falha. Aparências, ah...

Curioso, não?

 

Bom domingo!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


WA - Formadora Pedagógica Certificada - Formação Empresarial


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html