Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Inclinado

por WAndrade, em 20.11.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:22

Intervalos

por WAndrade, em 18.11.13

Jovem,

se partires não tranques portas, como entrarás na tua volta?

Não vires costas, não desdenhes o que um dia também foi flor.

Caminhos que se pretendem novos requerem

um espreitar atento ao feito lá trás, que, se assim não for,

de nada valerão, serão somente...mais do mesmo.

Se partires mira o amanhã, deste nunca nada se soube,

mas conta-se que costuma ser bom cobrador.

E crê, distância nunca definiu a extensão da saudade

mas todo o descaso guarda uma imensidão dela.

WAndrade - 18/11/2013

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13

Desábil*

por WAndrade, em 16.11.13

Jovem,

Silêncio é arma dos doloridos.

Descaso é disfarce dos que têm saudade.

Distância é recurso dos que sufocam.

Orgulho é…  ah, sei lá… não gosto mesmo.

WAndrade – 16/11/2013

*licença poética para "sem habilidade"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:10

Espelho

por WAndrade, em 10.09.13

Nos sorrisos, a prova inquestionável de que a pasta dental é

da melhor qualidade...

pena que não possa ser usada na alma.

Deve ser por isso que nas fotos sempre usa óculos escuros.

WAndrade – 2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Baú das esquecências

por WAndrade, em 21.04.13

Ao contrário do que transparece, o silêncio prudente e o descaso compelido

enfatizam o que já passa das bordas do esconderijo imposto e malgrado.

Fazer de conta é para quem aguenta o abalo, ainda que de dentes serrados.

Guardar a vontade no baú das esquecências

é para quem sabe de cor e salteado o soletrar do nunca mais

e nunca mais só faz sentido quando não é forjado no orgulho

mas sim construído de certezas.

WAndrade – 15/04/2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:48

Presença das fadas

por WAndrade, em 15.02.13

Tinha hora que passava da conta

E jurava por tudo que de hoje não passava

Uma calada vasca ocupava-lhe os submundos malocados

Aqueles que nem Deus conseguia desvendar nos seus melhores momentos

Uma danação atenta, espreitava no ringue do peito, os próximos

movimentos do sentir mais puro para atacar.

E nessa hora, tomada de brio, por mais que tombada,

fisgava o segredo que a fada dos faustos cobrira-lhe a alma.

Um véu encantado, bordado de viço, guardado por elfos,

chamado esperança.   

Wandrade - 15/02/2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:43


Mais sobre mim

foto do autor



Wania Andrade - Formação e Revisão de textos e Conteúdo Online

WA - Formação e Revisão

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Wania Andrade -Formação e Revisão



WA - Formação Empresarial e Revisão de Conteúdo online