google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"Pitadas de Inferno" - Desagradável

por WAndrade, em 08.08.14

 

WAndrade - 08/08/2014

E você fica sem poder dar os pêsames...

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:56

"Pitadas de Inferno" - Tanto, tanto

por WAndrade, em 07.08.14

Ô!

WAndrade - 07/08/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:20

Situação

por WAndrade, em 05.11.13

Hoje acordei com uma notícia não boa, nada que já não se soubesse

ou esperasse. Mas não gabo o desastre alheio jamais, até porque

acredito e muito na lei do retorno.

Acredito que o que pensamos ou fazemos, de bom ou não, na virada,

encontra nossa porta e entra sem cerimônias para fazer, digamos,

o devido acerto de contas.

Certo é que tempo vira, a lua mingua e vento muda.

Certo também é que o vento que venta cá venta lá.

Mas isso não dá a ninguém o direito de saldar com pompa

o sinistro do outro, mesmo porque o nosso já pode estar a caminho.

Enfim... não é porque o que era óbvio acontecer se concretiza, que se vai

cantar loas ao desdestino do sujeito.

Ao contrário, sempre tenho à vista cordas, abraços e mãos,

desde já para qual seja a precisão.

WAndrade - 05/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:05

Cuidados

por WAndrade, em 29.10.13

Sinhá, ô sinhá! Abre a janela, sinhá, olha que dia lindo!

O sol entrega-se terno nesse domingo folhado.

Sinhá, ô sinhá! Abre a casa, sinhá, tá sol, tá sol!

Mas antes, sinhá, ouve o que eu digo, abre o olho, sinhá!!!

WAndrade - 27/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:12

Plateado...

por WAndrade, em 27.10.13

Aplacar a culpa, a vida rota e a desilusão.

Aumentar o quinhão do dízimo que impôs, crendo assim,

seguir caminho reto.

Ledo engano, pior destino.

Bem pior deitar a cabeça (de dia erguida num falsar dolorido)

no travesseiro caro, que ainda assim lhe debanda o sono.

Bem pior o reflexo do qual não pode fugir todas as manhãs,

olhar nos próprios olhos e ver quão vazia e solitária tornou-se a estrada.

Tudo o mais, quase, la plata oferece, adula, alcança, até  delicadeza!

Sim, os haveres impõem robustez de caráter, vigoram, por momentos,

o gorado, que o decadente nababo, em sua alma inconsistente... não vê.

Não quer ver e jamais admitirá que o solo impoluto que escolheu arar,

logrou-lhe apenas era encardida.    

Então impõe silêncio e distância, supondo que tal postura conceder-lhe-á o

salvo conduto de alguma credibilidade.

Ledo engano, pior destino, agindo assim assina com letras graúdas o fiasco

que comprou  prodígio; sanciona e lavra a lesa que fiou em ouro,

ficando exposto aquilo que sempre se soube.

WAndrade - 15/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Venda

por WAndrade, em 27.10.13

Engano, grande engano esse de pensar que quem

não procura não sente falta ou não tem saudades.

A saudade vai assim "comendo pelas beirinhas",

amofinando os dias, destratando os aprecios,

definhando o pensamento. Mas o alto não se dobra,

fecha o senho atarantado, tentando abafar a alma anulada.

A falta… ah, esta, cortante como o tempo,

embutida num esgar mal assentado que o sujeito diz sorriso,

se vai esgueirando pelos cantos mal trancados,

pelas bordas mal cobertas e, calada,

acata o triste que de alegre se vestia.

Sem passado ou oriente o preclaro jaz de tonto,

pois o orgulho nesse dito faz mais pompa que o sentido.

WAndrade - 27/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Sorte

por WAndrade, em 23.10.13

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:47

Onde?

por WAndrade, em 20.06.13

Procura-se a roupa bem posta e elegante,

em combinações perfeitas que se faziam notar.

Procura-se o alinho e o capricho que aos olhos saltavam só de se ver passear.

Procura-se o ar brejeiro de andar quase em jeito de passarinhar.

Procura-se a pele de altéia e o bom regozijo no dom de falar.

Procura-se a voz sonante que era assim uma fonte de bom frasear.

Procura-se quem, no retálio, rema ao contrário,

naquilo que é falho, na ânsia esquisita de desfrontar.

WAndrade-20/06/2103

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10

Ora muito bem!!!

por WAndrade, em 24.05.13

A alegria, o estado de felicidade, o tal do “estar muito bem”, são matreiros.

Se genuínos, infiltram-se, delicadamente, nos olhos, nos gestos,

no jeito leve de andar,deixando a quem vê,

a certeza de que vai ali uma pessoa realmente feliz.

Mas, se ao contrário, o “estar muito bem”, mostra olhos ressentidos

numa cara rota, gargalhadas estrondosas e mímicas, acompanhadas

de balbúrdias forçadas, aí, companheiro, o “estar muito bem”

revela-se inteiro, sem dó, num imenso

à vontade para mostrar que  esconde o falhanço, vulgariza quem

se diz “feliz”, traz à tona aquilo que o verniz barato não conseguiu abrilhantar.

Ora, estar muito bem é simplesmente estar, não precisa

de amostras gratuitas de prazeres inventados, não precisa

de “gritar” um fogo que, sabe-se, é brasa pequena, sem raça, quase fumaça.

Estar bem não bate portas, nem precisa fazer barulhos.

Não se expõe à má cara dos outros e nem ao deboche pelas costas.

Estar bem atinge… sempre, sem esforço, não finge em desagravo.

Estar bem não é cena, nem comédia, nem espectáculo patético.

Estar bem é. E ponto.

WAndrade - 20/05/2013

 

Lamentas?

Depois do tempo de arrumos é hora de constatações.

Pois… era escusado o lamento do amor tardio.

É de lamentar, isto sim, a alma andarilha que carregas farta,

anuviada como teus olhos sombrios, frios, frios…

Sem pouso e desgarrada de encantos, vê-se a vida-fardo

que intentas, à força, ser de alguma beleza e novidade.

Rumos revezados, óbvios de peso e cansaço, enfeiam tua

tez, agora avessa à sorrisos  veros e simples de sorrir.

Teu pesado caminho de passadas duras trai solene

o teu esforço em mostrar contentamento ou gozo.

Corres de encontro ao vago que constróis dos  nadas

que permeiam teu vazio, mostram-me teus olhos,

que insistes em desviar, quando passas por mim.

O que não consegues é desviar o coração.

Lamento.

WAndrade - 20/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:22

Amarras

por WAndrade, em 06.03.13

Agora sim!

Voar acima do impossível, rasantes, levantes, pairantes…tudo seu!

Tudo é do melhor porvir, tudo ousa, tudo solto, tão largo é o horizonte! Ah, agora sim!

Distraiu-se no devaneio. Levou com um vento estragado pela quina, nem percebeu…

só deu conta quando o amarrilho já era irreversível.

E agora…

WAndrade - 05/03/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:04


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


WA - Formadora Pedagógica Certificada - Formação Empresarial


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html