google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cuidados

por WAndrade, em 19.04.14

Girassol, bem queria falar contigo hoje.

Agradecer com flores e abraços por teres ficado,

quando a vida fingiu que não viu.

Beijar teus olhos de mel, que viram carinho

onde nem eu queria bem olhar.

Pegar tua mãozinha delicada, que cuidou do dói-dói

como quem brinca de flor, e amarrar na minha como quem quer casar.

Enfim, beijar tua boca doce, doce de fruta tão doce e, ali, dentro dela

te dizer…

ah, deixa...se quiasesses ouvir...

 

Para o girassol que cuidou de mim.

WAndrade – 16/04/2014  

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:37

Gerações

por WAndrade, em 05.01.14

A mãe de Ana fiava.

Ana entendia de terras, adagas, ventos e mortes.

Diana não confiava mas concedia-se aos homens,

assim de passagem.

Mariana casou com o índio e, como a avó, fiava.

Afagava a lã e os filhos. Entendia de ser feliz.

Bibiana entendia de esperar.

Eu? Eu entendo Bibiana.

WAndrade – 05/01/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30

Banzo

por WAndrade, em 05.01.14

…a cada rajada de vento, a cada chuvada mais forte

sentia…

não era nada, ou quase nada…

quase um pensamento, quase um arrepio, quase uma vontade,

quase uma lembrança…

…a cada rajada de vento quase pensava em voar…

WAndrade – 05/01/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

Nação

por WAndrade, em 04.01.14

Ah, mas que o rebolado não se perde,

nem os maneirismos de quem fala com mel;

tudo doutor em samba, mestre em risadas longas,

tudo de sangue moreno… haja neve, que esta se aquece

do sol que lhes vem mas é da alma.

Nessa hora, o que sentia sem pulso, errante e afastado,

faz festa no peito solitário e arruma na caixinha de sonhos

que pensava sem uso, um lugar para ir, mais tarde, buscar

pedrinhas de felicidade.

WAndrade – 01/01/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:38

Île

por WAndrade, em 02.01.14

Quanta vez, de dentro do castelo enfeitado,

sentiu faltar-lhe um pé.

Um des-sentido esquisito ao qual não atinava dar nome,

mas que trazia nuances tão conhecidas.

Quanta vez, do fundo do castelo iluminado,

deu conta de dali não ser.

Um zonzo fininho no meio dos pensamentos, conduzindo

para um onde tão conhecido.

E tanta vez, voltou para o castelo floreado,

sabendo ter deixado muito mais do que a alma para trás.

 WAndrade – 02/01/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:02

O vento...levou!

por WAndrade, em 19.01.13

Mais ou menos assim: o tempo passa, invariavelmente.

Cabe a mim passá-lo bem ou deixá-lo passar por cima de mim, “subterrando-me”. O que não é o caso, nem por um decreto!

Já não é mais altura, ainda bem, de descarregos ou desmantelos de humor.

“O tempo é dono e tem vontades” (disse eu numa canção) e sempre, mas sempre tem razão.

Cabe a mim apacientar o coração da melhor forma que sei, vivendo. Ah, sim e… vendo.

Nada melhor do que aprender a abrir as portas do ver ao redor. Observar sem juízos e  guardar as impressões para passar a limpo um tantinho antes de adormecer.

Cada palavra, gesto, atitude; uma coisa ali que se fica a saber, outra que se ouve quase sem querer, o que nos chega sem perguntarmos, o que vem na mão, como o cãozinho que precisa de água. Tudo isso é impagável (no sentido lato, também), faz-nos saber que estamos no caminho certo. Tudo muda, que bom! Minha amiga diz, numa bela conversa de cerveja e vinho: “a mesa vira, sempre vira” ao que respondo eu, “sempre virá…”.

Ter que encarar o óbvio é que deve dar um gastura, uma dor do lado, né não?

Ter a consciência do perdido, não, do mal vivido, do que nunca deveria ter sido, deve desgovernar um sujeito; deve ser terrível sentir-se preso na redoma invisível da inércia, da desvontade, do não faz mal, ou pior, do tudo bem…

Eu cá me vou aprendendo, dia a dia, passo a passo. Nos meus vagares que dão-me, agora, certezas que nunca tive, encontro possibilidades que nunca pensei.

Aprender foi minha melhor escolha; esperar e ver, a mais sábia.

Bom final de semana!  

WAndrade - 19/01/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57

passando...

por WAndrade, em 28.09.10

Domingo passado fui à praia.

Sábado também, aliás.

Mas domingo teve alguma coisa de encanto. Dia lindo, sol na medida, água tépida, essas coisas pequenas, especiais, nadas e tudos.

Não consigo tirar da cabeça os meus passos vagarosos na pontinha do mar brilhante, entre as pequenas pedras ofertadas pela maré.

Peguei algumas...e lembrei que, há um ano, estava atrás de uma janela, imaginando como estaria a praia, se o sol estaria como...que bom seria ir passear.

Naquele momento, tão sozinha como agora, estava tão confusa, tão enevoada, (como era possível EU estar doente?).

Naquela janela ensolarada vivi meus medos mais profundos, eu comigo, sem visitas, sem futuro, criança de olho arregalado, assustada e quieta.

A quietude dos solitários.

Jesus Cristinho, nunca vou poder te pagar o domingo passado.

WAndrade - 09/2010

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:24

Recuperação

por WAndrade, em 19.12.09

Antes de começar a falação quero dizer uma coisa, claro que eu sabia que não seria aquela facilidade toda dos 3 primeiros tratamentos, mas, até por lealdade (é, eu tenho esse grave defeito, sou leal, sempre) a quem acompanha o Inferno, vou contar o outro lado da coisa. Não que isso me faça qualquer diferença, porque NADA vai me tirar do caminho da vitória. Nem essa momentânea dificuldade com o tratamento novo.

 

Agora, sim, a falação.

Foi PHOOOOODAAAAAA,  infernolife! Foi danado!

A Drª Cristina, minha médica que vocês já conhecem, disse que essas 3 últimas seriam diferentes e mais fortes, mas como ela sabe que mais forte ainda sou eu, não me deu detalhes.

Sei que foi tramado, as dores (e que dores, galera!!) no corpo, são o de menos mesmo. Pior, muito pior é coisa da queimadura. Explicando: como esses medicamentos são para acabar de phoder o maldito, eles queimam o que vem pela frente (digamos um rolo compressor que passa por cima do que for, por puro egoísmo, mais ou menos isso). Mas eu não sabia desse efeito colateral porque ele chega de mansinho, como as serpentes, e a pessoa vai sentindo aquele gosto de nada na boca, nem sal, nem doce, nem caralho nenhum, não há alimento que saiba a qualquer porra. Os primeiros e piores momentos passei ao lado das minhas crianças e isso amenizou tudo, como sempre. Bruno* fez uma carne com queijo de amaluquecer (senti pouco o sabor, mas o carinho dele, sorvi inteiro); impossível não sentir o molho magnífico da carne que Alvinho* preparou para o jantar. Consegui um bocadinho.

Depois disso, foi phoda no cu de creuza, porque a queimadura parece que atingiu a garganta e não teve jeito, tive que encarar (mas eu encaro, sempre, comigo não tem covardia de espécie alguma.)

Foi uma semana dura, mas passou, como todas as coisas ruins da vida passam!

Agora as dicas, o que vou fazer para a próxima que é dia 30 (aliás, caralho, que dia para fazer químio!!!): 

Muita água, preparar o organismo com muita fruta, ferro, comer certinho, sem falhar refeições (mesmo que não sinta sabor), sumo de limão.

Outros: não permitir que nada atrapalhe sua recuperação (merda existe e vai existir sempre) portanto, o que não for bom, finja que é, concorde, ria, dê razão a quem disso tem necessidade e cuide de você, primeiro de você.

Muito exercício, mesmo que isso signifique um pequeno sacrifício, phoda-se, caminhe, faça o exercício que mais gostar, mas faça. Fale com seus amigos (os que ainda ficarem, é claro) que está doendo (eu fiz isso e ganhei a massagem mais maravilhosa da minha vida, minha menina Astrid, contei aqui - ela massageou-me a alma e o coração)**

Confesso que fiquei um pouco triste, eu não esperava ter as tais reações, fiquei meio que decepcionada comigo, mas como quem tem amigos***, tem o mundo nas mãos, encontrei porto, e me refiz. Afinal de contas não se vive só de decepções, mentiras e engodos, ainda bem, não é zisuscristinho, que você passou da conta comigo, nesse desgraçado desse ano de 2009 que você me deu. Tô por conta contigo!

Mas isso é outra estória....ih, bem outra!!!!

Tenham um bom final de semana!   

                                                                            WAndrade - 19/12/2009

* - decepções

** - decepções

*** - decepções

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:24

É Natal (foda-se...)

por WAndrade, em 17.12.09

 

PRECISO contar isso a minha infernoland preferida. Não estou a falar mal ou coisa assim, é apenas um comentário e a graça que a coisa tem.
 
Primeiro, EU NÃO SUPORTO MAIS CANÇÕES DE NATAL, OK???
Não é nem por conta desse desgraçado desse ano de 2009 que me coube.
É assim, eu vivo numa cidade pequena, lindinha, toda arrumadinha, penteadinha, 3 praças, vááários jardins, umas 43 pessoas (isso qdo tá todo mundo em casa, como agora no Natal).
Por que eu estou contando isso??? Ah, sim, é Natal. Entenderam? Não?
Pois bem, Natal + cidade pequena, do interior = música. NA CIDADE INTEIRA. DIVERSOS ALTOFALANTES. E um e-xa-ta-men-te ao lado da minha janela. Putaqueopariu25vezes!!!!!!!!!!
Cara, eu quero morrer todo dia, essa porra vai das 9 da manhã (pontualmente) às 21 horas (o mesmo). Por falar nisso, acabou de acabar...que tranquilidade! Que paz!
São 12 horas de canções natalinas e fados (como é óbvio) e jazz, pasmem, esse da melhor qualidade, mas não há paciência que suporte, até porque vai até 6 de janeiro de 2010.
Eu vou me matar...só p avisar....
WAndrade - 12/2009
DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Quer dizer,

por WAndrade, em 16.12.09

Mas eu não digo que é um infeeeeeeeerrrrrrrrrnoooo!

 

Quer dizer, a pessoa sabe que vc teve o pior ano da sua vida, q vc teve um grandioso baque, q vc teve um câncer; não te manda um recado, não te escreve uma linha, não te dá uma porra de um telefonema pelo caralho do skype (que é "digrátis"), não te manda um corno dum email, massssssss, qdo precisa, te pede um favor!

 

Vou dizer mais uma vez: "Tempo vira, lua mingua, vento muda"!

WAndrade - 12/2009

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:05


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas


Posts mais comentados


Wania Andrade - Formação e Revisão de textos e Conteúdo Online

WA - Formação e Revisão

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Wania Andrade -Formação e Revisão



WA - Formação Empresarial e Revisão de Conteúdo online


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html