google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Beijinho no Ombro*

por WAndrade, em 03.07.14

Pelos outros não posso falar, mas para mim, “beijinho no ombro” é

(ou deveria ser) algo que só pessoas diferenciadas deveriam receber.

Exemplo, dei-me a mim própria um beijinho destes quando vi o meu nome na lista dos licenciados em Psicologia; quando do começo da remissão da doença; quando minhas análises estão sempre perfeitas, quando levanto 100g a mais no peso, na ginástica, quando avancei mais um bocado e comecei a fazer corridas, além das caminhadas e da bike, enfim, a cada vitória um beijinho.

Amigo que fica ali, junto, mesmo quando você só tem água para oferecer, esse merece beijinho no ombro.

Também concordo totalmente que beijinho no ombro seja para quem tem disposição, mas disposição de alcançar, jogando limpo, sem truques. Disposição para superar o que a vida, fazendo o seu papel, apresenta e quer recibo. Quem passa recibo para a vida, com carácter e força de vontade merece beijinho no ombro, não merece?

Enfim, beijinho no ombro é para quem faz acontecer sem derrubar, sem passar por cima e sem puxar tapete.

Aliás, quem é assim merece mais é Beijão na Alma!!!

WAndrade – 02/07/2014

*"Beijinho no Ombro" - Música deWallace Vianna, André Vieira e Leandro Pardal

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:12

And the Oscar go to…

por WAndrade, em 09.04.14

Olha, sinceramente, no fundo, lá, naquele fundo onde nunca gostamos

de mexer, (aquele que evitamos até dizer que temos), ali, bem ali, sabia!

Afinal, o que tinha para oferecer era “apenas” amizade, carinho, apoio,

gentileza, sinceridade, um ou outro mau feitio e não sempre,

e estar sempre junto, viesse o que viesse.

Dinheiro não tinha, não; o carro era velho, andava, é verdade,

mas com algumas limitações.

Posição também não tinha, nem influência.

Mas tinha educação e carácter e isso, com certeza, abria muitas portas, muitas e boas!

De toda a forma, muitos parabéns!

Pela interpretação vigorosa e incontestável e mais, duradoura.

Tão duradoura que, aos mais crédulos (tolos), fez parecer verdadeira.

Um autêntico “sucesso de anos em cartaz”!

No mais, apenas a incredulidade do ver o quão desviáveis podem ser as

personalidades humanas e a tristeza de constatar, mais uma vez, que,

de certo mesmo, nem a nossa sombra…

até ela se vai quando apagam-se os refletores…

WAndrade - 09/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:37

Adverbo

por WAndrade, em 02.11.13

É, eu posso não saber onde você mora, não importa.

Eu sei aonde você vive.

WAndrade - 29/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29

Volta e meia

por WAndrade, em 02.11.13

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:01

Escolha

por WAndrade, em 02.11.13

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:51

Artista

por WAndrade, em 20.10.13

Não sou de espalhar-me no esgarçar alheio, nunca fui,

acho torpe a vingança, vileza dá-me náuseas.

Porém considero orgulho uma desfaçatez para consigo mesmo. 

Pra que? Onde mora a dignidade de quem não sabe pedir socorro,

seja em que contexto for?

Silêncio e frieza só demonstram, mais ainda, comprovam,

o quanto o sujeito está a debater-se no seu próprio desalinho,

escondendo-se nas praças mais profundas do seu desavir.

O que me atenta não são as palavras mas justamente a ausência delas.

Atitudes desamanhadas, opostas ao que sempre se foi, alertam-me

para o sofrimento alheio.

Cá do meu castelo aprecio, sem regozijo e apeada em desagrado,

o quanto dói o descontente.

Vontade minha é de abraço, que de falatórios não carece o sofrente.

Sei o que sente, vivo-o em mim e seria exatamente o que eu desejaria,

um abraço morninho e todo, que afastasse da alma a peleia,

anuviando os rasgos e desamargando o carreiro. 

Mas há quem prefira falir sem alarde.

Tem (des)gosto para tudo ...

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:17

Reforço

por WAndrade, em 16.10.13

Ai,ai, vem aí mais uma lua cheia...

daqui a nada a visita "espalha-se" pelo diminuto recinto

onde desenvolve o reforço da pirraça. Ó dó!

Descarregar outro tanto de "obséquios" à minha porta?

É escusado, por cá há santuras intransponíveis, ó pa! Há muito é escusado!

Só rio, sou rio, e nele deposito a oferta precita e sigo caminho.

Pró mês, outra tentativa. Ó dó!

Wandrade-16/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Infinitudes?

por WAndrade, em 07.07.13

Bares, olhares (trôpegos olhares de dizeres vagos),

corpos de almas inclaras  e prazeres chucros,

sorvos de um querer enganoso e nulo.

Mares…marés incautas indo e vindo, deixando o vazio

e, nos olhos parados, pequenos açudes.

Mas não se sabia dobrar ao que mais queria,

vivia, de borla, a  ilusão das infinitudes.

WAndrade-29/04/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

Sexta

por WAndrade, em 21.06.13

Dia de incrementar a falseta,

imaginar euforia, que alegria genuína,

já se sabe é parca.

Cachinadas sonoras ao jantar que honra Baco,

para incentivar, mais tarde, “irrefreadas ânsias” de prazeres enganados.  

Suspiros sobranceiros ao léu põem-se apostos para evidenciar ao mundo…

o que não se realiza, mas que é imperioso vistar…

Saem de cena os rendeiros, deixando o palácio livre à fantochada

que, como sempre dá em nada.

Concluída, enfim, a jornada, um dormirá o sono dos justos,

dessabido do logro, julgando-se em paz,

o outro fintará o recalque debatendo assonia e assombros,

vingado, talvez, realizado jamais.

WAndrade – 21/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:40

Onde?

por WAndrade, em 20.06.13

Procura-se a roupa bem posta e elegante,

em combinações perfeitas que se faziam notar.

Procura-se o alinho e o capricho que aos olhos saltavam só de se ver passear.

Procura-se o ar brejeiro de andar quase em jeito de passarinhar.

Procura-se a pele de altéia e o bom regozijo no dom de falar.

Procura-se a voz sonante que era assim uma fonte de bom frasear.

Procura-se quem, no retálio, rema ao contrário,

naquilo que é falho, na ânsia esquisita de desfrontar.

WAndrade-20/06/2103

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


WA - Formadora Pedagógica Certificada - Formação Empresarial


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html