google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ilusão

por WAndrade, em 08.06.14

Ah, criança, são as marés, elas mudam como o vento…

e se não ilumina o olho é porque não encantou a alma

e se esta não se alcança não adianta brilhar no dedo.

WAndrade – 25/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

Limiar

por WAndrade, em 06.06.14

Sabia que estava mal-feliz.

Não precisava que alguém o dissesse.

Sentia, apenas sentia...

Não que fosse infeliz…algumas coisas até tinham, ainda, uma certa piada,

mas… estava  gasto, desiluminado, qualquer coisinha era já uma impertinência.

Um quase inquieto, ali, no fundinho do peito, desequilibrava

os pensamentos, a sensação de precipício que conhecia bem.

Aquilo estava mesmo a dar para o torto, sentia-o nos pequenos

desandos diários.

A falta dos ares frescos daquelas promessas, postiças agora sabia,

já não causava, senão, cansaço.

Tinha que admitir, aquilo estava a perder lugar na sua vida,

nem as tentativas cambaleantes interessavam mais...

sabia, sabia que estava mal-feliz...

as enormes madrugadas de agora eram a prova disso.    

 

É,  ouvir aquela voz, depois de tanto tempo, fez todo o sentido…

WAndrade – 06/06/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:23

Ávida

por WAndrade, em 03.06.14

Tão certo quanto este dia chuvoso que anoiteceu com estrelas, olha só!

Tão certo quanto o tempo, invariavelmente, traz consolo.

Tão certo quanto “nada como uma noite mal dormida”,

o mundo dá voltas...

Praga? Maledicência? Não, apenas a vida a falar por si mesma.

Tão certo.

WAndrade – 24/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:52

À maneira

por WAndrade, em 25.05.14

Mas eu não digo que é um infeeerrrno?

Quer dizer, eu tenho facebook, twiter, três números de telemóvel,

dois endereços de email, morada fixa há alguns anos, um carro preto facilmente reconhecível (tá, velho, ok), o cabelo pintado de loiro

há anos, vivo numa cidade pequena (cada vez mais bonita, por sinal),

em que todos conhecem-me, faço caminhada e bike todos os dias

(quer isto dizer que é impossível não me ver a passar),

aí a pessoa me encontra na rua, mete uma conversa meio torta,

e me pergunta se eu lancei um livro, diz que soube por uma

conhecida em comum.

Ah, e ainda emociona-se, às lágrimas, e me congratula pela minha força

e coragem e etc e tal, por conta de hoje eu estar saudável e diz que conhece

poucas pessoas com tanta fibra como eu.

Tem piada... tanto elogio e enaltecimento agora, mas na hora do aperto, nem um sms.

Ah, pois é!

WAndrade - 25/05/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:54

Na lua*

por WAndrade, em 23.04.14

Olha, se tenho a lata de o tratar por tu, sem cerimónia,

assim, na frente de todos, é porque de dragões, espadas e lanças

também já tive o meu quinhão, trago fundido na alma o que

se lhe diga a respeito.

E também porque, um dia, sei lá, há tempos, já fomos próximos, lembras, não lembras?

Trazia-te enganchado no fio do pescoço, como meu pai, para saberem que

aqui tinha porto, não me viessem aldrabar o caminho,

nem destratar o sentimento, muito menos desacorçoar as fornalhas.

Perdemo-nos…perdi-me…atalhos e infernos, batalhas minhas, encontros duvidosos, devaneios.

Hoje lembro de ti, teu dia, num apelo de desencanto e esperança.

Salve! Salve Jorge*!

Wandrade – 23/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45

Psicologando

por WAndrade, em 10.11.13

Chegará o dia em que uma criança aos cinco anos, ao ser perguntada sobre o que quer ser quando for grande, responderá, Psicólogo!
Não, não se trata de uma utopia ou sonho bom, é apenas e tão somente a constatação de que se hoje ainda não se nasce com o sonho de ter esta profissão, talvez por desinformação ou mesmo preconceito, o trabalho exercido por estes profissionais, nós psicólogos, deverá ser incansável e incomparável no sentido da competência, da boa competência, da sensibilidade, da boa sensibilidade, da humanidade e acima de tudo, o de dar credibilidade à mesma.
Ser psicólogo é…. ora essa, talvez não saber exatamente teorizar sobre o que é ser psicólogo, mas de certeza saber sentir e profundamente aquele que põe-se à nossa frente e entrega-nos toda a agonia do seu ser.
Ser psicólogo é chorar para dentro o sofrimento do seu cliente e demonstrar uma força que , por vezes, só precisava ser abraço. Mas abraço de psicólogo é ajuda, é andar passo a passo com o cliente até que este consiga caminhar por seus próprios pés, inteiro (na medida do possível) e integrado com ele mesmo e com o mundo que o cerca.
Não, a Psicologia não é divina e o psicólogo não é Deus, embora algumas vezes gostássemos que assim o fosse, ter o poder de, como num passe de mágica, arrancar toda a dor e sofrimento daquele que nos pede ajuda, tão frágil e só.
Numa licença poética, no caso psicológica, Psicologia é a ciência do bem-fazer ao outro, proporcionando-lhe condições de ver-se com seus próprios olhos em suas belezas e fealdades, sem que isso o assuste sobremaneira. E este bem-fazer que o psicólogo propõe deve ser recheado com a competência do profissional, sua fidelidade aos princípios éticos e deontológicos e mais do que isso, a sua sensibilidade enquanto ser humano que é.

                                                                               Wania Andrade – 18/06/2013

                                                                           meu trabalho final de Ética e Deontologia

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:31

Prenda minha

por WAndrade, em 10.11.13

Ganhei o lindo texto e a foto da minha amiga Rebbeca


"Um pé na vida outro na diversão. As cores são nossas.

Cada uma de nós traz a cor que lhe cabe.

Estás rodeada delas, arco-íris louco.

Sempre misturada. Sempre "arcorizada". És tu, enluarada.

Que trazes alegria à mesa. Um abraço meu,

Rebbeca"




Obs: minhas sapatilhas coloridas...

13/11/2012


 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:18

Último dia

por WAndrade, em 30.09.13

Bom Dia ao último dia de setembro!!!
É, setembro está a ir-se...ou a rir-se, no caso...

e a deixar uma lição para a vida, vê se agora aprende:

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

Tem gente que vive de mentira

por WAndrade, em 29.09.13
Amigos do Inferno,
Já postei este texto primoroso aqui no blog e, relendo, achei tão pertinente,
tão atual (ô), que vale a pena a republicação e principalmente a leitura.
Aproveitem e vejam se não é a mais pura verdade.
 
Marcelo Migliaccio - Jornal do Brasil,  domingo, 24 de janeiro de 2010
 
"Tô meio de saco cheio de gente mentirosa.
Não esses mentirosos compulsivos, que mentem em torrente. Desses eu me afasto, porque a vida é muito curta pra perder tempo ouvindo conversa fiada.
Falo de pessoas que usam a mentira como recurso cotidiano. A mentira a miúde, que eles acham que lhes descomplica a vida. Acham mais cômodo mentir do que explicar
Geralmente, esse tipo usa muito a interjeição "Quê?"
Por exemplo, você pergunta alguma coisa pro cara, e ele, apesar de ter ouvido perfeitamente o que você perguntou, responde automaticamente um:
_ Quê?
Esse "Quê?" ele usa para ter tempo de pensar numa mentira pra te responder. Enquanto você repete a pergunta (que ele ouviu muito bem) o sacripanta está inventando alguma coisa pra te responder.
Pode reparar.
Outro tipo de mentiroso é o que marca as coisas sabendo que não vai cumprir. Costuma acontecer muito com prestadores de serviço. É aquele chaveiro que você chama para trocar a fechadura da sua casa e ele anota o endereço, marca hora e não aparece.
Ele sabia desde o início que não iria, mas fez todo o teatro como se você fosse um otário que não merece consideração.
Acontece algo semelhante com pessoas que você convida para algum evento social, dá o endereço certinho e, quando pergunta se o cara vai mesmo ainda ouve um decidido:
_ Devo ir, sim.
Vai nada.
Tem também o mentiroso que finge ser boa praça. Tudo que lhe pedem, ele diz que vai fazer, vai conseguir, dá até garantia, prazo e tudo mais. Mas não providencia nada. Um minuto depois, já apagou da própria mente qualquer resquício do que acabou de prometer. Isso dá muito em local de trabalho. É aquele cara que fica pra lá e pra cá fingindo que está resolvendo um monte de pepinos.
_ Pode deixar comigo, eu vejo isso hoje ainda...
Não acredite. Ele não vai ver nada. E, quando você cobrar, o artista responderá prontamente que tá faltando um detalhezinho, ou que deu um probleminha, mas que tudo se resolverá em 24 horas.
Custa o cara dizer que não pode ajudar, que não quer, que não tem tempo, que não tem saco, que não está a fim, que tá sem grana?
Custa. Para ele, custa muito.
Ser sincero no dia a dia custa muito a muita gente, que prefere viver pulando de mentirinha em mentirinha, achando que assim reduz os atritos e chega mais inteiro ao final do dia. Na verdade, o mentiroso é uma alegoria de ser humano, um indivíduo incompleto, que vive uma vida de ficção.
Às vezes, o mentiroso acha que pode ganhar dinheiro com sua suposta habilidade e aí ele torna-se um estelionatário, que eu acho um dos piores tipos de criminosos, porque sua arma é o olhar. Ele te engana e te rouba na conversa, sem violência, ou melhor, só com a violência da mentira. Nosso consolo é que esse tipo nunca dorme tranquilo, nunca dobra uma esquina relaxado, porque do outro lado pode vir alguém que foi enganado por ele há um mês, um ano ou uma década. E aí..."
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010
DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:04

Nau...frágil

por WAndrade, em 26.03.13

De uma distância segura observava a maré.

Silente, via a incredulidade de cada onda que se formava.

Sem sustos, seguia aquele enuviar vagaroso, já conhecia.

Aquilo era aviso de temporal! Vinha ali mau tempo!

 

É quando é que fora bom?

WAndrade – 25/03/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:08


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas


Posts mais comentados


Wania Andrade - Formação e Revisão de textos e Conteúdo Online

WA - Formação e Revisão

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Wania Andrade -Formação e Revisão



WA - Formação Empresarial e Revisão de Conteúdo online


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html