google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Soltas

por WAndrade, em 05.12.15

Um dia você vai ter que parar de ignorar o óbvio.

Um dia você vai ter que olhar para esses olhos e ver-lhes a tristeza,

as rugas, o baço que eles lhe devolvem.

Vai ter que parar de fingir que era isso e olhar à sua volta, o caos.

Um dia você vai ter que parar e ouvir o seu amigo.

Vai ter que encarar o deserto que é a sua alma.

E perceber o que o seu medo fez com o que era bom em você.

Vai ter que abrir as suas janelas e ver o seu próprio horizonte,

aquele que você desejou.

Um dia você vai ter que parar de rezar este credo

que mais lhe assombra e inquieta.

Vai ter que parar de abrir mão, parar de disfarçar alegrias, parar.

Parar!

 

Um dia você vai ter que parar naquela rua.

WAndrade

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27

Pietrá

por WAndrade, em 13.06.15

namorados.jpg

*Feliz dia dos namorados....

WAndrade - 12/06/2015

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:21

Muda

por WAndrade, em 29.04.15

Olá, amigos do Inferno!

Mudança de layout para ficar mais levezinho.

Espero que gostem e que continuem a visitar.

Um forte abraço,

Wania Andrade

WAndrade - 29/04/2015

Podem continuar a procurar pelas tags e pelos nomes dos textos. Obrigada.

Bem-Hajam!

 

 

 

Então...pediu à coleguinha para vir ao blog, foi???? Fez queixa???

Pois é, eu soube e confesso que rimos muito. A diferença é que eu sou, digo e faço,

pela minha cabeça e vontade, não sou marionete de ninguém.

Isso ninguém contou, não é mesmo?

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:21

Tintas

por WAndrade, em 27.04.15

Olá, amigos do Inferno! Terminado o estágio, hora de arrumações.

Dentro e fora do peito. Muito papel no lixo, fotos, roupas

(essas doadas), muita coisa antiga, que só trazia lembranças dolorosas de falsidades.

Mas, numa dessas oportunidades, encontrei esta letra que fiz em 1998. Tornou-se uma valsa muito bonita que, prometo, ainda hei de mostrar aqui.

Por ora, ficam os versos... as tintas.

 

Hoje, quando faço versos,

choro tinta no papel,

nem de longe o menestrel,

nem se assanha o instrumento.

Hoje, quando faço versos,

sou despejo de má água

e nas linhas só deságua

uma forma rascunhada de emoção.

Hoje, quando faço versos,

são meus olhos de um vazio...

nem calor, nem calafrio,

bordo e risco arremedos de ilusão.

Hoje, quando faço versos,

é a emenda de um soneto do amor demais,

faço prosa a minha troça por amar demais,

cansei!

WAndrade - 14/03/1998

É uma valsa.

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:16

Domingo de Páscoa.

por WAndrade, em 05.04.15

Amigos do Infeerrno, a ementa do dia da Páscoa: Salmon Malandro.

E não? Quem nã tem bumbum nã faz trato com seringa, já dizia

Wania Andrade, mas isso é uma outra estória, de rir também,

mas, quem sabe, para outro momento.

No mais, um verde fresco, bem fresquinho e a certeza de que

o que hoje faço por alguém, amanhã será feito por mim. Quem bom!

Boa Páscoa a todos!

salmonwan.png

wanpascoa8.jpg

wanpascoa11.jpg

 WAndrade - 05/04/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:38

Um de abril...

por WAndrade, em 01.04.15

saudade1.jpg

WAndrade - 01-04-2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:45

Tiê

por WAndrade, em 01.03.15

liberdade.jpg

 

WAndrade-01/03/2015

Ca c'était quoi?

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:42

"Aperit oculum"!

por WAndrade, em 07.02.15

abreolho.jpgWAndrade15/01/2015

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:26

É o tom

por WAndrade, em 25.01.15

O que leva e traz… leva e traz, invariavelmente.

O vento que lá ventou, aqui é conforme.

Sopra suas alcovitices, infla os balões da mexeriquice e traz

ais e uis de risadas, deboches, ironias e um qualquer anúncio,

à risota, sobre caras, vincos e assins.

Assim, para descanso da alma e branquejar do avalio próprio,

quer dizer, do carácter, é imperioso entender que não se leva

para a vida aquilo que vem amasiado com os copos.

De sempre em sempre, sempre tantos, faz-se papel de tolo,

lá, aqui, onde quer que cante ou conte o vento.

 

Ou o que leva e traz.

WAndrade – 25/01/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10

Líchia

por WAndrade, em 22.01.15

Nem chateação, nem aborrecimento. Nem pena, nem dó.

Talvez compaixão, que é de ter.

Bárbaro, em anseios das pratas, idolatra o fidalgo, aliciando-lhe

as benes, os apoios e a própria desgraça.

Alma acanhada assim definha, coitada, nem sonha o que lhe ceifa

o arbítrio, apenas zonza pelos cantos da vida, encalhada numa

estância alquebrada e fria;

incônscia e sem forças, deriva em si mesma…tonta…

Num escambo medonho e murcho, partilham-se sombras e foices…,

delusões…delírios entre aparências e bongôs.

Os descaminhos rebentam (aquilo que malgrado nasce…)

neste estirão sem norte, já vazio de figurantes

(desandos não rendem plateia).

Arrastos de um desenredo inanimado.

WAndrade-27/12/2014

então era isso?

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:07


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


WA - Formadora Pedagógica Certificada - Formação Empresarial


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html