google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


E porque não?

por WAndrade, em 03.04.14

Depois de tanto tempo sem olhar para o espelho com os olhos das vaidades,

(sim, arranjava-se apenas lá para conferir se ainda não saía de casa

aos quadrados e às listras tudo num conjunto só), deu com aquilo.

Não ligou importância, afinal, há tanto tempo não tinha uma surpresa,

que pensou estar a passar-se, agora dos olhos, porque da cabeça…

Um pouco contra a vontade chegou mais perto a verificar e…

ora bem, suas sobrancelhas estavam voltando!!!

O último baluarte que a quimioterapia derrubara, voltava triunfante ao lugar que lhe pertencia.

Ficou ali a olhar praquilo, criança que ganha um doce inesperado, mas não pensou em tudo o tinha acontecido deste tempo para cá.

Apenas sorriu com o pensamento terno que lhe veio à cabeça,

“suas sobrancelhas estavam voltando…”

WAndrade – 03/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49

Situação

por WAndrade, em 05.11.13

Hoje acordei com uma notícia não boa, nada que já não se soubesse

ou esperasse. Mas não gabo o desastre alheio jamais, até porque

acredito e muito na lei do retorno.

Acredito que o que pensamos ou fazemos, de bom ou não, na virada,

encontra nossa porta e entra sem cerimônias para fazer, digamos,

o devido acerto de contas.

Certo é que tempo vira, a lua mingua e vento muda.

Certo também é que o vento que venta cá venta lá.

Mas isso não dá a ninguém o direito de saldar com pompa

o sinistro do outro, mesmo porque o nosso já pode estar a caminho.

Enfim... não é porque o que era óbvio acontecer se concretiza, que se vai

cantar loas ao desdestino do sujeito.

Ao contrário, sempre tenho à vista cordas, abraços e mãos,

desde já para qual seja a precisão.

WAndrade - 05/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:05

Cuidados

por WAndrade, em 29.10.13

Sinhá, ô sinhá! Abre a janela, sinhá, olha que dia lindo!

O sol entrega-se terno nesse domingo folhado.

Sinhá, ô sinhá! Abre a casa, sinhá, tá sol, tá sol!

Mas antes, sinhá, ouve o que eu digo, abre o olho, sinhá!!!

WAndrade - 27/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:12

Plateado...

por WAndrade, em 27.10.13

Aplacar a culpa, a vida rota e a desilusão.

Aumentar o quinhão do dízimo que impôs, crendo assim,

seguir caminho reto.

Ledo engano, pior destino.

Bem pior deitar a cabeça (de dia erguida num falsar dolorido)

no travesseiro caro, que ainda assim lhe debanda o sono.

Bem pior o reflexo do qual não pode fugir todas as manhãs,

olhar nos próprios olhos e ver quão vazia e solitária tornou-se a estrada.

Tudo o mais, quase, la plata oferece, adula, alcança, até  delicadeza!

Sim, os haveres impõem robustez de caráter, vigoram, por momentos,

o gorado, que o decadente nababo, em sua alma inconsistente... não vê.

Não quer ver e jamais admitirá que o solo impoluto que escolheu arar,

logrou-lhe apenas era encardida.    

Então impõe silêncio e distância, supondo que tal postura conceder-lhe-á o

salvo conduto de alguma credibilidade.

Ledo engano, pior destino, agindo assim assina com letras graúdas o fiasco

que comprou  prodígio; sanciona e lavra a lesa que fiou em ouro,

ficando exposto aquilo que sempre se soube.

WAndrade - 15/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Venda

por WAndrade, em 27.10.13

Engano, grande engano esse de pensar que quem

não procura não sente falta ou não tem saudades.

A saudade vai assim "comendo pelas beirinhas",

amofinando os dias, destratando os aprecios,

definhando o pensamento. Mas o alto não se dobra,

fecha o senho atarantado, tentando abafar a alma anulada.

A falta… ah, esta, cortante como o tempo,

embutida num esgar mal assentado que o sujeito diz sorriso,

se vai esgueirando pelos cantos mal trancados,

pelas bordas mal cobertas e, calada,

acata o triste que de alegre se vestia.

Sem passado ou oriente o preclaro jaz de tonto,

pois o orgulho nesse dito faz mais pompa que o sentido.

WAndrade - 27/10/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Sorte

por WAndrade, em 23.10.13

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:47

Desalinho

por WAndrade, em 25.09.13

Quando o vento passava mais frio dentre os fios do capote,

e lanhava com seus uivos a carne desacarinhada,

pensava naquele abraço aquentado.

Quando varava a madrugada e a vigília solitária

adonava-se de todos os cantos da casa,

pensava naquele compasso que era passo a passo com o seu

 

Por que mesmo desfiou o bordado?

WAndrade – 11/02/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Revisão

por WAndrade, em 12.08.13

Vivendo e aprendendo…tão antigo como andar para a frente, não é?

Pena que não saibamos, por vezes, entender isso como deve ser.

Quando levamos um baita de um baque qualquer, ou da vida,

ou de um amigo (suposto) ou de um amor, enfim…

ficamos tão baralhados que nem pensamos, apenas doemos.

Não percebemos que aí está nossa maior chance.

De crescer, de aprender, de rever conceitos, de ver-nos no espelho de nós mesmos.

Não percebemos que esse baque cria jurisprudência e nos liberta.

Não é caso para dar troco, até porque quem dá troco é comerciante…

É caso para agir, ou seja, dar às pessoas exactamente o que elas querem,

no caso, o que elas nos dão. Simples assim.

WAndrade – 12/08/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:31

Credo, uma canção

por WAndrade, em 28.11.09

A canção chama-se Credo (em todos os sentidos):

 

" Fica sempre o molde do punhal, na mão de quem golpeia

Tenha isso em consideração, na hora em q for tocar em alguém

Pode ser sua mãe, pode ser quem lhe faz prazer,

Pode ser um estranho, q ainda assim vai se arrepiar,

Do estrago medonho que isso lhe vai causar, sem o pobre saber porque

 

Arde o fogo da ingratidão na cara do ingrato

Leve isso como uma questão, na hora em que for olhar p alguém,

Que pode ser qualquer um, novo ou velho,

Mas pense no caso, de um dia, ao acaso, esbarrar num espelho."

 

Wania Andrade - letra e música, nov 2009 

 

Curiosidade: Essa é a letra original, no youtube ainda está o estudo da canção. Eu amei a primeira frase...não é por ser minha, não, mas é boa!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:09


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


WA - Formadora Pedagógica Certificada - Formação Empresarial


Google

google-site-verification: google10c0e84895c1ca43.html