Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Wania Andrade no seu... melhor

por WAndrade, em 05.08.15

Para encurtar o assunto, eu vivo numa cidade pequena, numa rua mais pequena ainda, que tem casas (e principalmente janelas) nas duas calçadas. Dito isto, do outro lado da rua há um prédio muitíssimo degradado que foi restaurado e um dos novos moradores, um miúdo até muito giro, mudou-se com a namorada. Política de boa vizinhança, bom dia para lá, boa tarde para cá, enfim….

Sei que a moça desapareceu e eu continuei com o meu bom dia para lá, boa tarde para cá, mas reparei que o moço sempre que me cumprimenta sorri encabulado. Claaaro que eu sabia que não era pelos meus cabelos loiros (apostava mais nos meus olhos, isso sim).

Até que uma noite dessas, saí do banho enrolada na toalha e me fui vestir no quarto. Reparei que havia uma luz acesa no prédio dele. Não. Havia uma luz acesa na casa de banho dele.

 

Que, aliás, fica exactamente em frente ao meu quarto.

WAndrade – 04/08/2015

 

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:02



Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata