Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vernilha

por WAndrade, em 08.07.17

Achavas.jpg

 

 Sobre poema de Esther Chaves

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:50

Geul

por WAndrade, em 31.12.14

A alma acanhada pela barbárie estende, débil, a mão acorrentada.

O das luzes, acostumado a estas lidas, a tudo atento antes,

chegará n’algum instante.

Cercaram os teus dias, toldaram os teus sensos,

mas é alvo o lado a que se lança, pois há de ti ainda muito, descansa.

Paciência, pequena primavera, que a derrama está por terminar,

já ouviram o teu chamado, já sabem como te alcançar.

WAndrade – 21/12/2014

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:44

Entenda*

por WAndrade, em 06.11.14

sorriso.png

*A pessoa vê uma foto minha e comenta que ficou satisfeita com o meu semblante "feliz".

Então, tá, obrigada!

WAndrade-06/11/2014

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

Habitual

por WAndrade, em 17.10.14

ouvir coração.jpg

 principalmente quando a questão é caráter...

WAndrade - 17/10/2014

23/11/2014

Mas olha que eu fiquei passada hoje. Até os “melhores amigos” já perceberam

que a máscara caiu e nem querem tocar em assuntos referentes.

É, quando um melhor amigo “prefere não falar sobre isso” é porque não há mais

véu que encubra verdadeiras faces.

Não há que iludir, tudo o que não é verdadeiro tem vida curta, seja o esconderijo do

tamanho que for, imenso, labiríntico, fundo, é disfarce e, como tal, vai se desfazer e o que é, sempre, mas sempre virá à tona. E nem sempre das melhores maneiras.

Hoje vi que as pessoas sabem mas preferem calar e se afastar delicadamente, usando uma ou outra desculpa e seguir com suas vidas.

Antes, a boba era eu, agora vem gente me dizer que eu estava certa e tals, mas “vamos deixar isso pra lá e falar de coisas boas”… pois é, lua mingua, tempo muda, vento vira.

E a verdade sempre aparece. Sempre.

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:18

Política

por WAndrade, em 15.10.14

As fintas seguem-se a variar… os tontos.

Um riso num plano de fundo para atarantar… os livres.

Há cores, ah, cores! Valores e encantos são tantos que até enrubescem… os distraídos.

Dolores não versam nas doutas cartilhas, ai não! São poucas, tão poucas que ainda divertem.

É claro o horizonte que vive de brisa, quase o que nubla é nada.

Feito assim ninguém dirá, ninguém notará, ninguém dará conta…quase.

 Por detrás das cortinas, ombros descaídos, olhos de sombra esquecidos no chão.

Então era isso?

WAndrade – 26/09/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

Boas Maneiras

por WAndrade, em 30.06.14

-“Obrigada pela disponibilidade.”

 

Não, não fui obrigada. Por ninguém (nada) nem pela disponibilidade,

que esta cria-se, quando é de caso de precisão e/ou por educação.

Nem obrigação nem disponibilidade, simplesmente mostrar que,

mesmo o sentimento mais nobre e calado, justamente por assim se manter,

também é capaz de total distanciamento quando percebe que a frieza

nas frases supervisionadas não é, senão, um capeado interessante,

muito diferente, por exemplo, do que se passa quando o caso

é um telefonema ou um encontro.

Nem um pouco obrigados, e sempre, sempre disponíveis…

e não só!

WAndrade-13/06/2014   

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:03

Ah, pois é...

por WAndrade, em 19.06.14

Ah, essa não!!!

Aporrinhação, irritação, danação, palavrão, vontade de descer a mão!

Mas o pior mesmo era não pode dizer o porque de tanta indignação.

WAndrade – 07/06/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:35

Chiste

por WAndrade, em 11.06.14

É escusado o pavor de teres o panteão afinal descortinado,

se nem a ti ele serve de abrigo ou resguardo.

Quando muito, se ainda lá tens alguns arbítrios, um reduto para desabar

o tronco basto de fastios.

Não causa encanto qualquer, acredita, atinar com rota tão maldizida,

sabida e cozida em desaninho e falácia.

Guarda, então, a direcção do baluarte, nem penses deixá-lo exposto.

Não achas mesmo que alguém com um mínimo de consciência

ainda te gaba o gosto, poinão?   

WAndrade – 09/06/2014

 

 

"Pitadas de Inferno" - Acordo

 

melhor solução...

 

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:57

Camarote

por WAndrade, em 15.04.14

 

 

 

 

Isso, assim, muito bem!

 

 

Marcando território...

             

WAndrade

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10

E porque não?

por WAndrade, em 03.04.14

Depois de tanto tempo sem olhar para o espelho com os olhos das vaidades,

(sim, arranjava-se apenas lá para conferir se ainda não saía de casa

aos quadrados e às listras tudo num conjunto só), deu com aquilo.

Não ligou importância, afinal, há tanto tempo não tinha uma surpresa,

que pensou estar a passar-se, agora dos olhos, porque da cabeça…

Um pouco contra a vontade chegou mais perto a verificar e…

ora bem, suas sobrancelhas estavam voltando!!!

O último baluarte que a quimioterapia derrubara, voltava triunfante ao lugar que lhe pertencia.

Ficou ali a olhar praquilo, criança que ganha um doce inesperado, mas não pensou em tudo o tinha acontecido deste tempo para cá.

Apenas sorriu com o pensamento terno que lhe veio à cabeça,

“suas sobrancelhas estavam voltando…”

WAndrade – 03/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata