Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Entenda*

por WAndrade, em 06.11.14

sorriso.png

*A pessoa vê uma foto minha e comenta que ficou satisfeita com o meu semblante "feliz".

Então, tá, obrigada!

WAndrade-06/11/2014

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

Na lua*

por WAndrade, em 23.04.14

Olha, se tenho a lata de o tratar por tu, sem cerimónia,

assim, na frente de todos, é porque de dragões, espadas e lanças

também já tive o meu quinhão, trago fundido na alma o que

se lhe diga a respeito.

E também porque, um dia, sei lá, há tempos, já fomos próximos, lembras, não lembras?

Trazia-te enganchado no fio do pescoço, como meu pai, para saberem que

aqui tinha porto, não me viessem aldrabar o caminho,

nem destratar o sentimento, muito menos desacorçoar as fornalhas.

Perdemo-nos…perdi-me…atalhos e infernos, batalhas minhas, encontros duvidosos, devaneios.

Hoje lembro de ti, teu dia, num apelo de desencanto e esperança.

Salve! Salve Jorge*!

Wandrade – 23/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45

Janelas de Outono

por WAndrade, em 19.04.14

Com grande prazer e a alegria de um reencontro marcado pelas estrelas,

pelas folhas de um outono longínquo (ainda bem), divido com vocês,

meus 9000, esta escritora, cantora, dona de artes tantas: Vera Mello.

 

Algumas folhas de maple

resistem à crueldade do frio

elas me indicam o rumo do vento

o destino dos sonhos

o valor do acaso

meu tempo de ocaso

pra elas me visto

por elas caminho

por elas me atalho

e é delas que ainda me valho

quando desfolho

e insisto

Vera Mello, Montreal, Outubro de 2009

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:21

Um mimo

por WAndrade, em 16.04.14

Ah, meu bom amigo, não sei o que dizer...

mesmo de dentro destes meus milentos anos de estrada,
não te sei responder...
não sei de que alegorias usar para desanuviar o que sentes.
Talvez por sentir o mesmo.
Mas de uma coisa sei, de certeza: não passa...
congela, se é que isto adianta de alguma coisa, dorme-nos...pra lá da alma...
entorpece, se é que isso tem alguma serventia...
no mais, o sábio de nós dois és tu, então
"calma, calma que ainda lá não chegamos!",
a procissão ainda vai no adro e nós ainda vamos nos rir disso tudo.
Um beijo.
Para o Victor, depois de mim, meu capricorniano preferido.
WAndrade - 16/04/2014
DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44

E porque não?

por WAndrade, em 03.04.14

Depois de tanto tempo sem olhar para o espelho com os olhos das vaidades,

(sim, arranjava-se apenas lá para conferir se ainda não saía de casa

aos quadrados e às listras tudo num conjunto só), deu com aquilo.

Não ligou importância, afinal, há tanto tempo não tinha uma surpresa,

que pensou estar a passar-se, agora dos olhos, porque da cabeça…

Um pouco contra a vontade chegou mais perto a verificar e…

ora bem, suas sobrancelhas estavam voltando!!!

O último baluarte que a quimioterapia derrubara, voltava triunfante ao lugar que lhe pertencia.

Ficou ali a olhar praquilo, criança que ganha um doce inesperado, mas não pensou em tudo o tinha acontecido deste tempo para cá.

Apenas sorriu com o pensamento terno que lhe veio à cabeça,

“suas sobrancelhas estavam voltando…”

WAndrade – 03/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49

Indícios

por WAndrade, em 10.11.13

Madrugada quieta, esta, nada de apuros ou desresguardos,

apenas a sanidade do mesmo... o mesmo.

Sem surpresas... era o que teria de ser, afinal.

Um mínino de senso para dar à cabeça um naco que fosse de sossego,

já que o pretendido, ainda que sob os véus da não-querência,

tornou-o inalcansável e era isso o que lhe estava a embaraçar o sono.

E o tino.

WAndrade - 10/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:49

Assim

por WAndrade, em 19.07.13

Era mesmo um tipo esquisito

Como só tinha olhos para aquele amor,

fechou-se em copas…ases e ouros.

Mas não para a vida, que esta dava-lhe até algum gozo.

Algum bom par de pernas ainda lhe virava a cabeça, ora não?

Um bom par de olhos, mais ainda, porém disso não passava.

Passava os dias aguçando o sentimento, afiando o coração

para quando… para quando… o que mesmo?

Tinha esperança!

 

Era mesmo um tipo esquisito. 

WAndrade – 19/07/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:39

Encantadora de almas

por WAndrade, em 26.06.13

Meu amigo poeta, Velto Silva, de quem tenho um poema aqui,

disse outro dia que eu era uma "encantadora de almas".

Um carinho que agora retribuo.

 

Chamaste-me encantadora de almas?

Não, meu caro parceiro, nem por isso.

Apenas não me furto a olhar de frente para o que de frente está e não só,

Erma em mim, aprendi que falar é fácil e querer mostrar é ardil danoso,

aparentar é cadafalso, dissimular é fraqueza, esconder é grito,

silenciar é teia.

O vento atravessa-me notícias, olhares e vagares e, assim, vou desvendando

 almas latejantes, distantes de serem calma.

Encantadora de almas?

Não, traduzo apenas os sentimentos soslaios e tristes

que alguém esquece vez por outra em mim.

WAndrade – 06/05/2013

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40

Texto justificado

por WAndrade, em 20.01.13

Aqui do meu canto fico a me perguntar se vale a pena. Valerá?

 

Eu, por mim, dava acalanto, mar que chegasse e respeito. Alguma farra, que isso lá compete…e também do mais sincero sentimento, daquele que te põe, e só a ti, no centro, sabes?

Daquele que te dá orgulho de olhar para o lado e sentir-se pleno, arfante e rubro (ai, só de pensar…).

E mais, admirar, que sem isso não vive ou sobrevive qualquer achego.

Não posso amar quem por quem não sinto admiração, quem por quem não me enche o peito ao dizer: “é meu”!!! Tem coisa mais bonita do que dizer/pensar:” Foi meu amor que fez! Foi meu amor que disse isso! Foi meu amor que etc, etc, etc…”?

Mas para isso tenho que ver no meu amor mais do que momentâneas centelhas de apego.

O que incendeia e mantém brasa viva, põe e dispõe de competências variadas, não apenas de eloquências restritas, isso cansa, isso passa, isso tem muito por aí, finda quando apaga-se o cigarro. Arrefece, enfada e cai no nada nosso de cada dia.

 

Mas porque mesmo que comecei a falar disso?

WAndrade - 20/01/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:19


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Wania Andrade - Formação e Revisão de textos e Conteúdo Online


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Wania Andrade -Formação e Revisão



Formação Empresarial e Revisão de Conteúdo online