Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Bote?

por WAndrade, em 04.06.17

Bom dia, meus bons!

Gente, eu vou contar só um resumo porque teve mesmo muita piada e muita risada... (depois que o sangue esfriou, claro).
Portanto... sábado lindo, sol, então...estava eu a andar de bike e fiz um caminho novo, cheio de árvores, cheirinho a eucalipto, enfim, tudo na paz, melhor passeio. Nisso, vem um carro... eu, super ligada no passeio, assustei-me e  travei e parei ... nada sério, magoei um bocadinho a perna, parei a ver se havia estrago maior, não havia, voltei à bike e à estrada.
Não dei nem duas pedaladas e a vi...
Uma cobra, cinzenta, seguramente uns 2m, pulou na minha direção e... errou o bote! Claro...hehehe!!!
Ela perdeu o timing com a minha paradinha a conferir a perna... e também não sabia da potência do meu agudo.
Amigos, eu dei um grito (um?) tão alto e tamanho que só vi a cobra a correr para trás (alguém aí já não viu isso?) Pois eu vi.
Não se sabia quem estava mais encagaçada, ela ou eu.
Dei toda a força aos pés e pernas, mas sem dúvidas que, com o estardalhaço que eu fiz, a pobre deve estar a correr até agora...
Para tranquilizar, estou em casa, super bem, a rir muito do susto da cobra e, claro, a agradecer àquele delicioso senhor que jogou-me para fora da estrada.

Deus sabe sempre o que faz, né, não?
Pai do Céu, que aventura, hein?
Wania Andrade

WAndrade - 03/06/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

Pertença

por WAndrade, em 22.05.17

...porque o mais escuro do caminho era a gestação da fortaleza. 

E o que é mais forte do que o querer?

caminho.jpg

wanlinda.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WAndrade - 21/05/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:12

Recolha

por WAndrade, em 10.06.15

 

demais1.jpg

Ia comentar mas acho que não precisa.

Porque era demais, não era? Demais é o que sobra  e o que sobra...

pronto, comentei.

Bom feriado!

Desculpe, mas ri muito quando fiz este cartoon. É, escolhas....sorry!

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:40

Chiste

por WAndrade, em 11.06.14

É escusado o pavor de teres o panteão afinal descortinado,

se nem a ti ele serve de abrigo ou resguardo.

Quando muito, se ainda lá tens alguns arbítrios, um reduto para desabar

o tronco basto de fastios.

Não causa encanto qualquer, acredita, atinar com rota tão maldizida,

sabida e cozida em desaninho e falácia.

Guarda, então, a direcção do baluarte, nem penses deixá-lo exposto.

Não achas mesmo que alguém com um mínimo de consciência

ainda te gaba o gosto, poinão?   

WAndrade – 09/06/2014

 

 

"Pitadas de Inferno" - Acordo

 

melhor solução...

 

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:57

Tudo é perfeito,

por WAndrade, em 12.05.14

só que...

 

WAndrade - 12/05/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26

por WAndrade, em 02.05.14

E aí o dia consegue ficar ainda mais bonito...

o coração não se aquieta, explode dentro do peito,

mãos tremem... dificuldade em manter a voz firme,

e a vontade louca de dizer: que saudade!!!

WAndrade - 02/05/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19

And the Oscar go to…

por WAndrade, em 09.04.14

Olha, sinceramente, no fundo, lá, naquele fundo onde nunca gostamos

de mexer, (aquele que evitamos até dizer que temos), ali, bem ali, sabia!

Afinal, o que tinha para oferecer era “apenas” amizade, carinho, apoio,

gentileza, sinceridade, um ou outro mau feitio e não sempre,

e estar sempre junto, viesse o que viesse.

Dinheiro não tinha, não; o carro era velho, andava, é verdade,

mas com algumas limitações.

Posição também não tinha, nem influência.

Mas tinha educação e carácter e isso, com certeza, abria muitas portas, muitas e boas!

De toda a forma, muitos parabéns!

Pela interpretação vigorosa e incontestável e mais, duradoura.

Tão duradoura que, aos mais crédulos (tolos), fez parecer verdadeira.

Um autêntico “sucesso de anos em cartaz”!

No mais, apenas a incredulidade do ver o quão desviáveis podem ser as

personalidades humanas e a tristeza de constatar, mais uma vez, que,

de certo mesmo, nem a nossa sombra…

até ela se vai quando apagam-se os refletores…

WAndrade - 09/04/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:37

Boa companhia

por WAndrade, em 12.01.14

Uma massinha leve e

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45

Ganhei

por WAndrade, em 18.11.13

O texto e a foto: 


A lua cheia desta noite em Coimbra.

Obrigada, meu amigo!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:14

Ôba!

por WAndrade, em 09.11.13

Tem coisa melhor do que o seu trabalho ser apreciado, aplaudido

e ainda por cima ser citado em sala de aula como exemplo?

Tem sim, a sua médica atestar, cheinha de orgulho, que a sua saúde,

seus exames e análises parecem ser os de uma menina de 15 anos.

Dinheiro? Não me parece...

WAndrade - 09/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:57


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata