Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tudo

por WAndrade, em 14.07.17

uni.jpg

E sempre na mesma moeda!

Sobre poema de Carol Caio

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Recreio

por WAndrade, em 08.07.17

mundo.jpg

 É bem divertido!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25

Vernilha

por WAndrade, em 08.07.17

Achavas.jpg

 

 Sobre poema de Esther Chaves

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:50

Pertença

por WAndrade, em 22.05.17

...porque o mais escuro do caminho era a gestação da fortaleza. 

E o que é mais forte do que o querer?

caminho.jpg

wanlinda.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WAndrade - 21/05/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:12

Medra

por WAndrade, em 16.07.15

E foi só um escorregão… mas confesso que doeu.

Não daquelas dores infindas, de cortar os pulsos, foi mais um

incómodo, vontade de ficar quieta, encolhida, escondida debaixo das

cobertas a ouvir um blues bem baixinho.

Mas passou morena, ah, passou…

Medo é traço que não combina com minhas ideias,

com aquilo que almejo.

Não tenho nem nunca tive medo de nada, é claro que

resguardo-me, mas isto e só.

Já passei o diabo, mas de cara com ele, percebes?

Ali, fuça na fuça, e se alguma vez o dito me venceu foi por milésimos,

morena, por milésimos e muito poucas vezes, acredita.

O medo só te vai trazer mais querer e mais lembrar, morena,

assimzinho com estás neste momento, só saudade,

só lembrança, só querer.

Pena, sabes? Teus olhos ainda continuavam na minha cabeça

até inda ontem, ou antes, sei lá… sem medo, tirei-os dali.

Hoje já é amanhã, morena, e o dia está lindo.

WAndrade – 16/07/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32

Lados

por WAndrade, em 07.04.15

Quando faço uma canção ou escrevo poesia ou cozinho salmon, eu me concentro, detalho à vírgula, ao fundo, àquela última pitada de coentro, quando faço estou para tudo.

Nada me desmove ou entrava quando quero e como quero acertar. 

Se não o fizer foi unicamente porque não quis, eu não quis. 

Não iludo com coisinhas, pequenisses, pouco sal, meia sentença ou semicolcheias.

Não confundo nem disparo, nunca, nunca, sem destino.

Ou frito ou não assino.

Minhas fazências, todas elas, têm a minha cara chapada, minhas mãos-cheias e "o meu chapéu tem três pontas",

que é para não deixar dúvidas de quem o usa. 

Não deixo rastos, deixo certezas. Não tenho medos, dou-me ao respeito, pois quando eu faço, eu mostro e, principalmente,

eu gosto daquilo que vejo.   

WAndrade - 07/04/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

Um de abril...

por WAndrade, em 01.04.15

saudade1.jpg

WAndrade - 01-04-2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:45

Ai a rede...

por WAndrade, em 26.05.14

                                                                 WAndrade - 26/05/2014

 

 

Agora já visto, esperemos o próximo passo...medo!!!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:46

Tudo é perfeito,

por WAndrade, em 12.05.14

só que...

 

WAndrade - 12/05/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26

Eu diria!

por WAndrade, em 08.04.14

Força tem quem acredita nela!

(WAndrade-28/12/2009)

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata