Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tintas

por WAndrade, em 27.04.15

Olá, amigos do Inferno! Terminado o estágio, hora de arrumações.

Dentro e fora do peito. Muito papel no lixo, fotos, roupas

(essas doadas), muita coisa antiga, que só trazia lembranças dolorosas de falsidades.

Mas, numa dessas oportunidades, encontrei esta letra que fiz em 1998. Tornou-se uma valsa muito bonita que, prometo, ainda hei de mostrar aqui.

Por ora, ficam os versos... as tintas.

 

Hoje, quando faço versos,

choro tinta no papel,

nem de longe o menestrel,

nem se assanha o instrumento.

Hoje, quando faço versos,

sou despejo de má água

e nas linhas só deságua

uma forma rascunhada de emoção.

Hoje, quando faço versos,

são meus olhos de um vazio...

nem calor, nem calafrio,

bordo e risco arremedos de ilusão.

Hoje, quando faço versos,

é a emenda de um soneto do amor demais,

faço prosa a minha troça por amar demais,

cansei!

WAndrade - 14/03/1998

É uma valsa.

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:16

Domingo de Páscoa.

por WAndrade, em 05.04.15

Amigos do Infeerrno, a ementa do dia da Páscoa: Salmon Malandro.

E não? Quem nã tem bumbum nã faz trato com seringa, já dizia

Wania Andrade, mas isso é uma outra estória, de rir também,

mas, quem sabe, para outro momento.

No mais, um verde fresco, bem fresquinho e a certeza de que

o que hoje faço por alguém, amanhã será feito por mim. Quem bom!

Boa Páscoa a todos!

salmonwan.png

wanpascoa8.jpg

wanpascoa11.jpg

 WAndrade - 05/04/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:38

Um de abril...

por WAndrade, em 01.04.15

saudade1.jpg

WAndrade - 01-04-2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:45

Anda cá!

por WAndrade, em 17.01.15

Olha, escusas de assustar!

Só fiz um carinho, uma delicadeza, coisas de mim.

Meu caminho é apreciar o que vejo e…só.

Quero-te como quero às estrelas, o sol, minhas caminhadas

e meus estudos.

Nada vai além de um bem-querer, imenso, é verdade, e uma vontade

sem tamanho de abraçar teu momento triste, ou o alegre de ti,

conversar da vida e enviar-te beijos.

Meu caminho e apreciar o que vejo e…só!

Te amo.

WAndrade-14/01/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:58

Gracinha

por WAndrade, em 14.01.15

Quer dizer, a pessoa escolhe o lado borbulhante da vida,

esculhamba com todo o afeto que você sente por ela,

não te dá um telefonema, muda de país, não te diz um “ai”,

durante anos não quer saber se você está vivo, não te manda

uma bosta de um sms sequer.

Aí, você melhora, levanta, melhora mais, revive, mostra a cara de novo, refaz a vida.

Aíí, sabe-se lá porque, a “maravilha” resolve, escrever no dia do teu

aniversário, reclamando que você “nunca mais disse nada”

e ainda querendo te dar lição de vida!

Aííí, você manda ela t- - - - n - c -.

 

Aí, você é mal-educado.

WAndrade-28/12/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21

Feio

por WAndrade, em 13.01.15

Ai que me me gusta bailar… la bamba,

espalhar os pés no chão que se curva. Isso sim é viver!

Veias saltadas, alma alterada, semba, semba, obá,obá,obá!

La bamba epopeia, descamba, desanda, diz sim ao arauto do fundo,

ê bumbo, ê bumbo, ê limbo, ê boi!

Seguro morreu de…scabido, fez feio sentido naquilo que pensava ser.

E morreu sem saber que bastava um psiu, socorro, sou eu…

que no bambo da corda não tenho mais vez.

WAndrade-13/01/2015

Pago.

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:45

Carnério

por WAndrade, em 06.01.15
Ai, e não é que estava mesmo certo.

 

Eu posso fazer absolutamente tudo o que eu quiser.

Mentir, sacanear, iludir, ludibriar, enganar, passar a perna,

puxar tapetes...

É claro que eu posso! Eu posso!

O que eu não devo (não é?) é me aborrecer, me irritar,

ficar de bico, etc...quando aquilo que eu fiz vier ao de cima,

ficar a descoberto, quando a minha máscara cair e todos perceberem

quem eu realmente sou, indubitavelmente.

E, principalmente, quando a vida ...

 

Bom, de cega a vida não tem nada.

WAndrade - 06/01/2014
DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52

Habilidade

por WAndrade, em 02.01.15

torre.jpg                          WAndrade-02/01/2014

 

 

 

 

“27/02/07

Meu amor:

Com certeza eu sei que nada na sua vida e, na minha também, foi barato ou fácil...

Mas, na minha opinião, as pessoas que levam a vida com um mínimo de amor e autenticidade,

são aquelas que não escolhem as portas largas, como está no Evangelho.

De que adianta usar de estratégias para conseguir as coisas, ter as pessoas ao nosso lado? As coisas nos pertencem por mérito, por conquista.

E, as pessoas, por amor...”

Passas

Óh, arfante peito carecido...afinal o rubi, que não passa de um calhau vago, desmantela-se pelas arábicas terras das... estratégias, arfante, as estratégias…

Cintilâncias do olhar...engodos, arfante, nada mais do que engodos de um pacóvio que se sonha sultão, triste de alma, dá-se à ficção…

Sempre assim vive, correndo atrás de si mesmo para espantar seus calafrios e tormentas.

As “estratégias”? Ah, sim, caiu em todas, pato que é; agora resvala aqui e ali sua pequenina existência, ainda delirando-se grande, astuto e reinante.

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Flores

por WAndrade, em 01.01.15

niver.jpg

 

Prenda de aniversário!

WAndrade - 27/12/2014

Quando é feito para brilhar, até no poste reflete... óh, sol!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:19

"Vinte-Quinze"

por WAndrade, em 31.12.14

Feliz ano novo para todos nós!

Fé e força para construir esses novos dias que estão a chegar.

Amor e compaixão para eleger esse novo ano O ano, O novo e melhor de nós.

Consciência e alegria para permitir que as novidades cheguem e fiquem.

Tudo será novo e feliz se nós o fizermos assim.

Garra, esperança, honestidade e abraços.

Sinceros e quentes. Todos apertados e demorados.

Feliz “Vinte-quinze”!!!

Abraços,

Wania Andrade

WAndrade-31/12/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:55


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata