Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Comando

por WAndrade, em 30.04.17

demais1.jpg

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:59

hie sentiat

por WAndrade, em 16.04.15

hie sentiat.jpg

 Hoje? Tem muito ontem que se lhe diga...sorrisos!

WAndrade

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Gracinha

por WAndrade, em 14.01.15

Quer dizer, a pessoa escolhe o lado borbulhante da vida,

esculhamba com todo o afeto que você sente por ela,

não te dá um telefonema, muda de país, não te diz um “ai”,

durante anos não quer saber se você está vivo, não te manda

uma bosta de um sms sequer.

Aí, você melhora, levanta, melhora mais, revive, mostra a cara de novo, refaz a vida.

Aíí, sabe-se lá porque, a “maravilha” resolve, escrever no dia do teu

aniversário, reclamando que você “nunca mais disse nada”

e ainda querendo te dar lição de vida!

Aííí, você manda ela t- - - - n - c -.

 

Aí, você é mal-educado.

WAndrade-28/12/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21

Flores

por WAndrade, em 01.01.15

niver.jpg

 

Prenda de aniversário!

WAndrade - 27/12/2014

Quando é feito para brilhar, até no poste reflete... óh, sol!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:19

Segredo

por WAndrade, em 27.10.14

Deita, amor meu, deita.

Deita que esta cidade quieta, de mim repleta,

espreita, zelosa, teu sono vazio.

Deita, amor da minha vida, descansa, aqui não te

alcança maleita malsã ou qualquer desvio.

Sossega sem pressa tua alma inquieta,

hoje discreta de sonhos e em eterno fastio.

Aqui a guarda é somente aos teus sossegos, nada te obriga,

a nada te obrigas, vem.

E apenas deita, minha vida, desliza, que há muito preciso

desta doce cantiga do teu ressonar.

WAndrade – 28/09/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

DOZE

por WAndrade, em 09.10.14

E o Inferno ultrapassou os 12.000 amigos.

Agradeço a todos, a quem vem às vezes, a quem vem

todos os dias, a quem vem conferir se há coisas novas,

aos que se revêem nas escritas, nas poesias, nos cartoons,

àqueles que comentam, aos que conversam comigo por email,

aos que já tornaram-se amigos, “sócios” do blog.

Continuo a dizer, TODOS são bem-vindos, o Inferno não é só meu,

confirmo isso a cada nova partilha.

Aquilo que escrevo não é apenas a minha vivência,

mas a de muitos de vocês e é isso que mais faz sentido para mim,

é isso que me faz continuar. Não conto com milhões,

conto com quem sente e isso, graças a Deus, há muito

por aqui neste canto tão meu.

Só para lembrar, há uma caixa geral de comentários na coluna

da direita e os comentários nos posts estão liberados

(para os anónimos de plantão…rs).

Há também uma caixa de procura por tags (são mais de 1.000)

e por posts. Estão à vontade, o Inferno é livre para quem quiser interagir.

No mais, um abraço apertado, um grande muito obrigada

e um imenso bem-hajam,

Wania Andrade

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:36

"Pitadas de Inferno" - Moenda

por WAndrade, em 05.10.14

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:40

Marco

por WAndrade, em 04.09.14

Acordou, olhou para o lado e soube, tinha que atravessar o deserto.

Não importava o incerto do destino, mas tinha lá o que fosse certo na puta da vida?

Tinha. Problemas, contas e… saudade.

Mas era uma saudade tão dolorida, tão desajeitada, que evitava pensar.

Disso já tinha que bastasse.

Fugia desse sentimento mal ele lhe abordava, ainda que de leve. Indelével.

Qualquer solta consideração neste sentido, arredava para longe com força,

enfiando o que fosse naquele vão intrometido.

Mas tinha que atravessar o deserto, era lá, sabia bem, sempre soube.

Sabia que era ali, depois daquela curva lá, depois da esquina…

Lá, antes do deserto, viveu o que agora era apenas, do mais, seu maior desconhecido.

Paz.

WAndrade – 04/09/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:42

Destino

por WAndrade, em 02.09.14

Quando a cabeça já não tem tamanho, quando corpo, pensamento e alma

já são um imenso vale despovoado de sentido.

Buscar, em segredo, o bordado para encontrar-se outra vez.

Sonhar, silente, a moer as vontades, até triturar miudinho, a ver se lá passa.

É, se passa a vontade… ou se a vontade passa lá...

 

Agora? Agora daria a vida por aquela chave…

WAndrade – 02/09/2014

pega na vida e vem

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35

Plural

por WAndrade, em 21.06.14

Ganhei hoje a oportunidade de devolver o bem que alguém

me fez há exatos cinco anos.

Não foi de ânimo leve, confesso, não sabia que ainda sentiria

calafrios ao entrar naquela sala.

Mas lembrei que um dia, alguém enfrentou os seus para

me ajudar e me dar conforto.

Pai do céu, obrigada pelo privilégio de sentir na pele a lei do retorno.

 

Olha, já passou, agora é ir em frente, muita calma nessa alma, muita hora para essa calma!

WAndrade – 20/06/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:06


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata