Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Domingo de Páscoa.

por WAndrade, em 05.04.15

Amigos do Infeerrno, a ementa do dia da Páscoa: Salmon Malandro.

E não? Quem nã tem bumbum nã faz trato com seringa, já dizia

Wania Andrade, mas isso é uma outra estória, de rir também,

mas, quem sabe, para outro momento.

No mais, um verde fresco, bem fresquinho e a certeza de que

o que hoje faço por alguém, amanhã será feito por mim. Quem bom!

Boa Páscoa a todos!

salmonwan.png

wanpascoa8.jpg

wanpascoa11.jpg

 WAndrade - 05/04/2015

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:38

Dela

por WAndrade, em 25.12.14

E de repente, depois de tanto, percebeu que não faltava mais nada…

fnatal2014.jpg

 

cnatal2014.jpg

 

 

enatal2014.jpg

                                      talvez um pouco de picante…

 

Feliz Natal!

WAndrade-25/12/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52

Política

por WAndrade, em 15.10.14

As fintas seguem-se a variar… os tontos.

Um riso num plano de fundo para atarantar… os livres.

Há cores, ah, cores! Valores e encantos são tantos que até enrubescem… os distraídos.

Dolores não versam nas doutas cartilhas, ai não! São poucas, tão poucas que ainda divertem.

É claro o horizonte que vive de brisa, quase o que nubla é nada.

Feito assim ninguém dirá, ninguém notará, ninguém dará conta…quase.

 Por detrás das cortinas, ombros descaídos, olhos de sombra esquecidos no chão.

Então era isso?

WAndrade – 26/09/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

Soprus

por WAndrade, em 12.10.14

Sandolar, que a tua pele faz de mim jardim,

que o teu jasmim desgira sol em mim,

de tanto mim desaportar.

Lavandar o coração de tanto mal de amor,

neblina doce onde dançam nosso abraço

e a tua mão em mins que eu nunca mais ousei desbaratar.

WAndrade – 12/10/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29

Marco

por WAndrade, em 04.09.14

Acordou, olhou para o lado e soube, tinha que atravessar o deserto.

Não importava o incerto do destino, mas tinha lá o que fosse certo na puta da vida?

Tinha. Problemas, contas e… saudade.

Mas era uma saudade tão dolorida, tão desajeitada, que evitava pensar.

Disso já tinha que bastasse.

Fugia desse sentimento mal ele lhe abordava, ainda que de leve. Indelével.

Qualquer solta consideração neste sentido, arredava para longe com força,

enfiando o que fosse naquele vão intrometido.

Mas tinha que atravessar o deserto, era lá, sabia bem, sempre soube.

Sabia que era ali, depois daquela curva lá, depois da esquina…

Lá, antes do deserto, viveu o que agora era apenas, do mais, seu maior desconhecido.

Paz.

WAndrade – 04/09/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:42

Chiste

por WAndrade, em 11.06.14

É escusado o pavor de teres o panteão afinal descortinado,

se nem a ti ele serve de abrigo ou resguardo.

Quando muito, se ainda lá tens alguns arbítrios, um reduto para desabar

o tronco basto de fastios.

Não causa encanto qualquer, acredita, atinar com rota tão maldizida,

sabida e cozida em desaninho e falácia.

Guarda, então, a direcção do baluarte, nem penses deixá-lo exposto.

Não achas mesmo que alguém com um mínimo de consciência

ainda te gaba o gosto, poinão?   

WAndrade – 09/06/2014

 

 

"Pitadas de Inferno" - Acordo

 

melhor solução...

 

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:57

Cuidados

por WAndrade, em 19.04.14

Girassol, bem queria falar contigo hoje.

Agradecer com flores e abraços por teres ficado,

quando a vida fingiu que não viu.

Beijar teus olhos de mel, que viram carinho

onde nem eu queria bem olhar.

Pegar tua mãozinha delicada, que cuidou do dói-dói

como quem brinca de flor, e amarrar na minha como quem quer casar.

Enfim, beijar tua boca doce, doce de fruta tão doce e, ali, dentro dela

te dizer…

ah, deixa...se quiasesses ouvir...

 

Para o girassol que cuidou de mim.

WAndrade – 16/04/2014  

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:37

Têmpera

por WAndrade, em 11.02.14

Então averba a felicidade e

regista o estar bem para a nobre (?) posteridade íntima

e exibe a chapa bem aparentada, que cruel…

Assevera doses de um alegreto inventado, que demonstrem

aos olhos alheios, o que os próprios evitam guardar.

Acredita, ah, no que lhe inflama o cobiçoso…carece.

 

É, nao há mesmo nada como um dia atrás do outro.

Que é da flor de outrora?

WAndrade – 13/01/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:07

Alegria!

por WAndrade, em 09.01.14

                      Wania Andrade

WAndrade - 09/01/2014

 

E para comemorar, vou fazer uma promoção do meu livro, "Umas estórias de Amor", a €12,00, às primeiros 10 pessoas que o solicitarem pelo email: waniandrade27@gmail.com. Lá poderão encontrar as instruções para adquirir.

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:30

Caminhos

por WAndrade, em 09.01.14

 

Por onde de ti me levem...

WAndrade - 09/01/2014

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:39


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata