Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



É, acontece...

por WAndrade, em 21.01.13

Uma amiga minha, de quem gosto imenso postou hoje numa rede social um vídeo lindo.

Nada especial se eu não soubesse porque ela desabafou dessa forma (tão bonita, por sinal) . O casamento dela, de mais de 40 anos, está a naufragar lenta e doídamente.

Não julgo, quem sou eu? Mas soube que o marido, afinal, "mostrou-se" depois de tanto tempo.

Quarenta anos a usar uma máscara que ninguém, nem os filhos, podia imaginar; aquele homem amável, delicado, amigo e companheiro, revela, finalmente sua alma delinquente, seu doloso feitio de raíz.

Arrancadas as camadas e camadas de verniz barato, vieram à mostra o verdadeiro ele, um espírito empoeirado e mal são. Que pena! Pelos dois. Por ele que deixa em todos a pior imagem, sai pelos fundos, marginal e sem precisar. Sim, porque nada impede que um relacionamento acabe, somos todos humanos, temos momentos, queremos sempre algo mais, amor-eternidade não é contratual, mas é obrigação de cada um de nós, ao fechar uma porta, deixar para trás um caminho, no mínimo, limpo. Por ela, que acreditou e viveu uma mentira durante uma vida inteira.

Deve ser mesmo lixado olhar para trás e ver-se que foi vilipendiado no seu mais íntegro, a entrega.

WAndrade -21/01/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57



Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




""Umas estórias de amor" - Wania Andrade


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata