Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Feliz...

por WAndrade, em 27.11.13

Vestindo a fantasia bordada de ilusões e adereços cintilantes,

sorve  assentimentos comuns e cobiçosos, que lhe vendem risos

e incentivam o aparato.

Vestindo a fantasia bordada de ilusões e adereços fictícios,

idealiza felicidade que sabe, bem sabe, são fogos…de artifício.

Na firula de uma vida ansiada de encantos não faz conta de que nos olhos,

ah, nos olhos… nesses não assentam quimeras  nem luminâncias postiças,

só vivem, só brilham quando a alma é veramente castiça.     

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43

Coisa de Músico

por WAndrade, em 22.11.13

Coisa de Mim



DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:46

Profissão

por WAndrade, em 22.11.13

A Música é algo maravilhoso, não é? E quem faz a música é o que?

Músico não come partituras, não paga contas com belas harmonias

e nem vive de colcheias, fusas e semifusas.

Quem canta, toca, TRABALHA como músico, é exatamente igual

a você, só que ele é quem faz esse algo maravilhoso que você adora!

Respeite o músico, ele é um profissional!


WAndrade - 22/11/2013


DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:42

Inclinado

por WAndrade, em 20.11.13

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:22

Ganhei

por WAndrade, em 18.11.13

O texto e a foto: 


A lua cheia desta noite em Coimbra.

Obrigada, meu amigo!

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:14

Ops!

por WAndrade, em 18.11.13

 

WAndrade -18/11/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:20

Luz

por WAndrade, em 18.11.13

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

Das palavras

por WAndrade, em 18.11.13

Mas eu não digo que é um infeeerrrno!!!!

Eu escrevo aquilo que sinto, do jeito que sinto,

o que vejo por aí, pelas quinas de cada um.

Oiço e pronto, virou mais um conto.

Nem sempre, aliás quase nunca, é de mim ou por mim.

Escrevo o que me contam, às vezes o que me pedem,

simplesmente escrevo, brinco de palavras e isso é muito sério.

Se quiser saber de mim, de mim mesma, daquilo que eu

vivo, sonho, quero ou necessito, não venha ao "Inferno",

escreva para mim, procure-me.

Ou telefone.

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:20

Intervalos

por WAndrade, em 18.11.13

Jovem,

se partires não tranques portas, como entrarás na tua volta?

Não vires costas, não desdenhes o que um dia também foi flor.

Caminhos que se pretendem novos requerem

um espreitar atento ao feito lá trás, que, se assim não for,

de nada valerão, serão somente...mais do mesmo.

Se partires mira o amanhã, deste nunca nada se soube,

mas conta-se que costuma ser bom cobrador.

E crê, distância nunca definiu a extensão da saudade

mas todo o descaso guarda uma imensidão dela.

WAndrade - 18/11/2013

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13

Fronteiras

por WAndrade, em 17.11.13

Спасибо за посещение моего блога.

Обнять,

 

Wania Andrade

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:33

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




""Umas estórias de amor" - Wania Andrade


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata