Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Insanitas

por WAndrade, em 27.06.13

Pronto. E agora estou às voltas com tudo aquilo que não mais queria.

Pressa, tropeço, gagueira, insónia e aflição.

Mas será o Benedito? (Que aliás não tem nada a ver com isto).

Tanto que lutei, que me esforcei - e consegui – para ser intransponível!

Barreira de mim, forjada à lenha que um dia ardeu-me inteira a alma,

ainda bem, até há pouco tinha congelados, a golpes certeiros,

os dizeres de amores e tals.

Fali. Teus olhos faliram-me. O senso, o tino e a causa.

Teus beneditos olhos, ainda presos dentro dos meus impedem-me a calma.

Vou, volto, entro, vago a casa… despossuída de qualquer sentido,

apenas teus olhos a roubar-me a sanidade, os dias, a mim.

WAndrade – 27/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:31

É um Inferno!

por WAndrade, em 26.06.13

 

 

 

Amigos e visitantes do Inferno, um beijo e muito obrigada pela parceria.

WAndrade

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:39

Encantadora de almas

por WAndrade, em 26.06.13

Meu amigo poeta, Velto Silva, de quem tenho um poema aqui,

disse outro dia que eu era uma "encantadora de almas".

Um carinho que agora retribuo.

 

Chamaste-me encantadora de almas?

Não, meu caro parceiro, nem por isso.

Apenas não me furto a olhar de frente para o que de frente está e não só,

Erma em mim, aprendi que falar é fácil e querer mostrar é ardil danoso,

aparentar é cadafalso, dissimular é fraqueza, esconder é grito,

silenciar é teia.

O vento atravessa-me notícias, olhares e vagares e, assim, vou desvendando

 almas latejantes, distantes de serem calma.

Encantadora de almas?

Não, traduzo apenas os sentimentos soslaios e tristes

que alguém esquece vez por outra em mim.

WAndrade – 06/05/2013

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40

Dança

por WAndrade, em 24.06.13

De repente aquele salão era só os teus olhos…

de repente o mundo desapareceu e eram só os meus olhos

e os teus olhos…duas bolinhas de gude a correr dentro dos meus,

aflitos , a pedir respostas, a querer  vida, a saltar de mim em mim

a cada palavra, cada gesto, cada canto…

nunca um silêncio foi tão avassalador e calmo.

Nossos passos síncronos nas folhas, passos iguais

e depois, de longe, ainda vi teu olhar grudar no meu.

Fugiste, eu sei, mas daquele mundo que inventamos ali, não,

dele não te livras nem soltas.

Foi muito, foi tanto, todo o espanto da tua entrega nos meus olhos,

nos teus olhos.

WAndrade – 24/06/2013  

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24

Sexta

por WAndrade, em 21.06.13

Dia de incrementar a falseta,

imaginar euforia, que alegria genuína,

já se sabe é parca.

Cachinadas sonoras ao jantar que honra Baco,

para incentivar, mais tarde, “irrefreadas ânsias” de prazeres enganados.  

Suspiros sobranceiros ao léu põem-se apostos para evidenciar ao mundo…

o que não se realiza, mas que é imperioso vistar…

Saem de cena os rendeiros, deixando o palácio livre à fantochada

que, como sempre dá em nada.

Concluída, enfim, a jornada, um dormirá o sono dos justos,

dessabido do logro, julgando-se em paz,

o outro fintará o recalque debatendo assonia e assombros,

vingado, talvez, realizado jamais.

WAndrade – 21/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:40

Onde?

por WAndrade, em 20.06.13

Procura-se a roupa bem posta e elegante,

em combinações perfeitas que se faziam notar.

Procura-se o alinho e o capricho que aos olhos saltavam só de se ver passear.

Procura-se o ar brejeiro de andar quase em jeito de passarinhar.

Procura-se a pele de altéia e o bom regozijo no dom de falar.

Procura-se a voz sonante que era assim uma fonte de bom frasear.

Procura-se quem, no retálio, rema ao contrário,

naquilo que é falho, na ânsia esquisita de desfrontar.

WAndrade-20/06/2103

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10

Uma estórias de amor!

por WAndrade, em 20.06.13

Amigos e frequentadore do "Infeeerrrno!

Quem quiser adquirir o meu livro "Umas Estórias de Amor"

basta mandar um email para mim: waniandrade27@gmail.com.

Eu envio pelo correio, após receber o comprovativo de pagamento.

O livro custa 15,00€.

Obrigada a todos,

Wania Andrade

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01

Certeza

por WAndrade, em 17.06.13

Ouviu a "flauta em sol" e, como sempre, tremeu.

Na disparada do coração tentou aparentar circunstâncias,

qual o que, estava em êxtase, mais que uma surpresa, uma esperança

tocou-lhe a alma tão enfastiada de carinhos.

Breves momentos de sonho haveriam de fazer-lhe companhia sabe-se lá

por quanto tempo mais.

Não importava, ouvia agora e agora sentia que vivia.

WAndrade - 17/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:14

Sacratu

por WAndrade, em 13.06.13

 

Não tem mel nem benzedura, de joelhos uma jura, nem assim.

Não tem pão prum desgraçado, nem calçado gasto à santa, nem assim.

Não tem lanho nos costados, faça sol ou vare a noite, nem, nem assim.

Não tem reza braba ou fome e sede ou castigo de joelhos, milho ou pregos.

Não tem cruz nem sacristia, nem do padre a homilia, dia a dia, dia a dia.

Quando a tal vem das entranhas inflamada e então voraz,

uma praga já rogada não receia, não faz curva e tampouco marcha atrás.

WAndrade – 13/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49

Por hoje

por WAndrade, em 12.06.13

Flor de verão deu rasteira no meu coração,

e eu nem liguei, no deserto não vinga

Flor de verão se espalhou, floresceu,

foi brotando em meus olhos botões de um lindo amor.

Flor de verão, flor é vida no meu coração

E eu me espantei que a emoção tem teu nome,

flor de verão, alegria tem cor, cor dos teus olhos negros,

botões do meu amor.

WAndrade-12/06/2013

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:31

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata