Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DELICADEZA

por WAndrade, em 17.06.09

 

Aqui em frente de casa, há uma construção antiga, degradada, mas muito bonita apesar, onde vive uma imensa família de pombos.

Aqui embaixo do prédio do lugar estranho há a loja de um fotógrafo, carrancudo, fechadão e q trata a mulher aos solavancos, dá ordens, dá broncas, essas coisas...e eu sempre vendo-os juntos, sempre juntos, eles trabalham juntos, vão à procissão (aqui há muitas)...ela sempre afável com ele, sempre na conversa os dois, apesar.

Me perguntei, desde q aqui cheguei, como ela suportava isso, q se fosse eu..., eu faria...eu não deixava barato...que isso não era um homem...aquelas coisas...

Até q ontem, num momento de janela, vi. O tal carrancudo, com um pacote de papel de pão, espalhando farelos p a família de pombos.

Entendi, na hora, aquela mulher...

 

Aqui ó!

 

Jovem,

.aqui se faz, aqui se paga, inegável.

.A lei do retorno é lei. Sempre, mas sempre aplicável.

.A virada dá-se aqui e agora, não tem essa de  “ir para a luz”(ou não),

  assinar o documento de quitação, ralar o rabo nas pendências

  do inferno (não esse, claro) e voltar todo endividado para começar

  tudo de novo. Não, o acerto é imediato.

.Macumba é um instrumento musical (ver foto), portanto,

  macumbeiro é músico!

.Bruxas? Ah, essas já foram devidamente esbraseadas,

  e as que por aí andam, si todavía queda alguna, já perderam,

  há muito, a credibilidade, o caldeirão e a vassoura…

.Sortilégios são a arma dos enfraquecidos de alma para articular

  suas dificuldades  e incompetências em cima de almas

  mais enfraquecidas ainda.

.Força, sim, esta é algo que vive unicamente na vontade inabalável  

  e certeira de cada um e é só o que existe.

.A atitude de ver (encarar) a vida e a capacidade de superar o que quer

  que seja, a isto sim, chama-se fé. Fé em nós mesmos.

Ponto final.

 

 


 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

MEU VIOLÃO E EU

por WAndrade, em 08.06.09

Semana passada voltei p ele. Não vou conseguir descrever o q foi essa emoção...com ele sei o exatíssimo sentido da palavra intimidade. Nada de segredos ou mentiras, ele, eu, um som e tudo, tudo faz sentido.



DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:05


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata