Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Bote?

por WAndrade, em 04.06.17

Bom dia, meus bons!

Gente, eu vou contar só um resumo porque teve mesmo muita piada e muita risada... (depois que o sangue esfriou, claro).
Portanto... sábado lindo, sol, então...estava eu a andar de bike e fiz um caminho novo, cheio de árvores, cheirinho a eucalipto, enfim, tudo na paz, melhor passeio. Nisso, vem um carro... eu, super ligada no passeio, assustei-me e  travei e parei ... nada sério, magoei um bocadinho a perna, parei a ver se havia estrago maior, não havia, voltei à bike e à estrada.
Não dei nem duas pedaladas e a vi...
Uma cobra, cinzenta, seguramente uns 2m, pulou na minha direção e... errou o bote! Claro...hehehe!!!
Ela perdeu o timing com a minha paradinha a conferir a perna... e também não sabia da potência do meu agudo.
Amigos, eu dei um grito (um?) tão alto e tamanho que só vi a cobra a correr para trás (alguém aí já não viu isso?) Pois eu vi.
Não se sabia quem estava mais encagaçada, ela ou eu.
Dei toda a força aos pés e pernas, mas sem dúvidas que, com o estardalhaço que eu fiz, a pobre deve estar a correr até agora...
Para tranquilizar, estou em casa, super bem, a rir muito do susto da cobra e, claro, a agradecer àquele delicioso senhor que jogou-me para fora da estrada.

Deus sabe sempre o que faz, né, não?
Pai do Céu, que aventura, hein?
Wania Andrade

WAndrade - 03/06/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

Palavreando

por WAndrade, em 30.05.17

Boas, meus bons!

Eu estava mesmo agora aqui a pensar no quanto, definitivamente, estou a enjovescer...e cada vez mais depressa. Essa coisa de rever amigos que não se vê há muitos anos, ou de conversar com alguém que admiramos por demais, nos dá uma perspetiva de vida muito curiosa.

Quando revi minha amiga depois de 35 anos e, num comentário bobo, com muita piada até, percebi que nem 5 minutos se haviam passado, foi algo comovente. A intimidade que tínhamos em priscas eras, continuava presente... sempre estivemos presentes uma na vida da outra. Realizar isso, foi sem dúvida, o melhor do almoço.

Minha outra querida amiga, também de tantos anos, num momento de crise (que já passou, graças a Deus) liga de Madrid e diz: - "vou praí"!  E, quando aqui, não nos víamos há uns anitos, ela estava, definitivamente em casa, a ponto de saber qual era a minha melhor faca para cortar, sei lá, pão ou o que fosse: -" não, corta com a laranja (faca) que é a melhor".

Amigo é isso, amigo guarda calor, amigo é opção sim, é escolha, não é amontoado, não é concurso de quem tem mais, ou eu tenho muitos.

Amigo é aquele que quando você conta as suas vitórias ele participa, chora, ri, pergunta, está lá, quer os detalhes, porque estar junto quando você está fudido é mole, a pessoa faz uma carinha laroca, manda um "tamo junto", manda uma florzinha no facebook e diz: "se precisar"......vocês já sabem, não é? Você sabe que tem um amigo quando coisas muito boas acontecem com você e ele vibra como se fosse com ele.

Já agora, mostrar que está/é feliz não dói, viu gente? A felicidade é contagiosa, faz bem e, para as senhoras que já chegaram aos alguns vários "enta" e sentem-se incomodadas com isso, uma dica: felicidade tira rugas, mau-humor, recalque, aquela vontade de só falar das doenças, aquele pensamento negativo da porra, enfim...felicidade cura e arranja namoro.

Só um detalhe, felicidade, assim como a amizade é opção, é escolha de vida e construção diária, ou seja, tem que ter vontade e juventude...

...no cérebro, meu amor, no cérebro!

Aliás, foi por isso que comecei este assunto.

WAndrade - 30/05/2017

feliz.jpg

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:40

Educaçãozinha

por WAndrade, em 28.05.17

Então...só coisa boa acontecendo, vitórias, alegrias, novos

conhecimentos, tanta gratidão a professar que ficaria

muito comprido escrever tudo isso. É o sentir, olha!

Foi receber amiga, foi visitar amiga, foi festa, foi reencontro com

amiga, foi saber que a vida se dá para quem se oferece limpo e

fresco na alma, sem nódoas, coração, sem nódoas.

É saber com gosto que o rasto que se deixou foi de honra, de carinho,

de verdades... deixe um rasto de verdades!

É saber olhar para si mesmo é sentir paz naquilo que se vê no...

espelho, claro, em qualquer um deles, em todos eles.

Obrigada vida! Orgulhosa de olhar para você do mesmo nível,

olho no olho.

opção.jpg

 

WAndrade - 28/05/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51

Pertença

por WAndrade, em 22.05.17

...porque o mais escuro do caminho era a gestação da fortaleza. 

E o que é mais forte do que o querer?

caminho.jpg

wanlinda.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WAndrade - 21/05/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:12

Legado

por WAndrade, em 05.05.17

tumulto.jpg

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:55

Desperta

por WAndrade, em 01.05.17

may.jpg

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Parsa

por WAndrade, em 01.05.17

Fico mesmo, mesmo comovida com alguns dos meus amigos. Sabê-los meus amigos dá cá uma satisfação, um orgulho de tê-los feito assim, amigos-quase irmãos, meus, cultivados por um carinho eficiente, diligente e muito querido. Os meus amigos, ternos, bonitos, leves, que em mim depositam o mesmo tanto de sentimento que eu neles. Confiança, sentimento tão maltratado e abandonado hoje em dia, os meus amigos tem-na em mim e isso é tamanhamente reconfortante e é uma alegria...é a minha maior gratidão, depois do "pai do céu", claro.

Isso tudo para dizer que às vezes e somente às vezes, eu gostava mesmo de que alguns deles fosse além desse amor incondicional. Há momentos em que precisamos daquele amigo, aquele que consegue lê nas entrelinhas do teu olhar mais "doce"...; aquele que sabe que tal fato foi uma imensa ironia e ninguém percebeu, apenas ele, o nosso amigo; aquele que sabe perfeitamente que estamos a mentir descaradamente, mas confirma tudo, cada vírgula.

Porque, às vezes, tudo o que a gente precisa é de uma comparsa, um cúmplice, né não?

alegria.jpg

Digamos, de um "coleguinha", não é, meu bem?

WAndrade - 01/05/2017

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:38

Comando

por WAndrade, em 30.04.17

demais1.jpg

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:59

Sabe assim?

por WAndrade, em 30.04.17

Pois é, então... dia desses estava aqui a pensar, que coisa curiosa, as pessoas estão tão, mas tão ligadas em sua própria vida que não se dão ao trabalho de saber nem se estamos vivos. Exagero? Talvez.

É que eu sempre tenho o cuidado de saber dos amigos, envio mensagens, questiono sobre a saúde, essas coisas de pessoas gentis, como eu. Faltou modéstia? Claro, eu posso, eu sou mesmo uma pessoa muito gentil e preocupada com aqueles a quem dedico sentimentos de carinho e/ou amizade. Não falo isso por precisar, não...que dizer, sempre é bom ter alguém que se preocupe conosco, que queira saber se estamos bem, enfim, coisas dessa natureza. Graças a Deus eu não preciso disso para viver bem. Eu, a mim, me basto.

É interessante observar (e como eu gosto disso) que, nas redes sociais, quando uma pessoa curte, gosta ou comenta algum assunto, as outras presumem que está tudo bem e...vida que segue. Pouco são os que param um minuto para perguntar se estamos bem ous assim. Geralmente os que pouco conhecemos ou os amigos virtuais.

Por que estou a falar disso? Porque li uma frase com a qual identifiquei-me no ato. Quando mais precisamos de alguém e nessa necessidade ficamos chatos, choramingas, depressivos e etcs..., a malta foge, disfarça, diz que está sem tempo. Porém quando estamos bem, felizes, conseguimos superar as nossas dificuldades e percalços, deixamos de ser os chatos e seguimos a NOSSA vida, aí tem sempre aquela perguntinha danada: -"Oiiiii, Poxa, você sumiu. Está tudo bem?"

E é nessa hora que dá o maior orgulho em dizer:

feliz.jpg

E você?Já se preocupou hoje com alguém? 

 

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:54

Seguimento

por WAndrade, em 30.04.17

assunto.jpg

 

 

DMCA.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48


Mais sobre mim

foto do autor


Visitas




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Poemas e Crónicas

Rebecca Rostagno - Arte nos temperos!

Palavra de Vidro

O Inferno no Likata